Pobre Yoáni

Direito de ”ir” e ”vir”

Ainda me lembro do dia em que comprei o livro de Yoáni Sánchez, popular blogueira cubana, por uma bagatela de uns 10-20 reais na universidade, no ano de 2009. Também me lembro da primeira vez em que li o seu pequeno e contundente livro. O meu encantamento por sua força, ousadia e brilhantismo com as palavras foi o suficiente para me tornar um quase-fã de sua luta e de sua pessoa. Para quem já passou mais de um terço da vida sob a marcação cerrada de milicos da esquerda, tendo de engolir toda a sorte de injustiças e estupidez diárias em um país de ”faz-de-contas”, não era de se esperar que a liberdade fosse a primeira necessidade a vir em sua cabeça. Yoáni tem vivido em um país onde as pessoas não podem entrar ou sair sem que ocorra a autorização do governo. Não bastam as motivações pessoais, um passaporte e dinheiro para poder deixar ou entrar na ilha de Fidel. Você também precisa conquistar a confiança dos milicos que estão no poder para poder viajar. O desejo de Yoáni, de ter o direito de ir e vir, parece totalmente lógico a partir do momento em que nos colocamos em seu lugar, nos seus um terço de vida soterrados em um mundo em que o mínimo de liberdade tem sido sistematicamente negado. No entanto, existe a real necessidade de que esta possibilidade se faça com responsabilidade e conhecimento absoluto ou ao menos aquele que tem sido produzido até agora. Isto é, não basta universalizarmos o direito humano de ir e vir, porque precisamos precisar, especificar locais e humanos antes de darmos o veredito final. Yoáni e sua família bem que poderiam viver em qualquer lugar visto que não parecem se consistir em ameaça para nenhuma nação, muito pelo contrário. No entanto, os aforismos humanísticos em que são produzidas generalizações do tipo…

”todo homem”, ”toda mulher”, ”todo o ser humano precisa de educação”….

…. são portais verbais ideais para a manipulação usual de psicopatas dentre outros tipos de estúpidos anti-sábios.

Eu não sei se Yoáni está informada ou mesmo deseja se informar de maneira correta sobre aquilo que está acontecendo no mundo fora de sua ilha, até mesmo em lugares tão próximos como Miami onde que se concentra boa parte da diáspora cubana.

Ontem eu pensei que se ela vivesse em um país relativamente livre como o Brasil ou os EUA (se comparado à Cuba), é provável que repetiria com alguma substância mais vistosa os mesmos discursos daqueles que a acusam de ser uma espiã do governo americano, isto é, os esquerdistas. Posso e quero estar equivocado quanto a isso porque eu não consigo lidar com comportamentos que se baseiam fundamentalmente na conveniência, é desonesto e irracional demais. Mas é uma possibilidade.

Yoáni, tal como parece acontecer com uma grande proporção de talentos verbais, deve ser do tipo que renega qualquer possibilidade de enfatizar questões raciais, de maneira holística e substancial, isto é, realista, quanto aos problemas que assolam o seu ou qualquer outro país. Casada com um homem mestiço, Yoáni é provável que se juntasse ao coro dos ”somos todos macacos’#” se fosse exposta à histeria coletiva ”moderna” que é orquestrada pela ”mídia” e que tem finalidades potencialmente totalitárias.

É provável que sua luta não possa ser estendida à outras freguesias mas apenas ou fundamentalmente àquela que lhe fez refém desde sempre aos caprichos de pessoas mentalmente perturbadas em meio a um cenário bucolicamente tropical.

Talvez ela não possa, não deva e não queira fazê-lo. Afinal de contas, quem que em seu ”juízo perfeito” se poria no lugar dos brancos sul africanos deste início de século XXI*** Quem que escolheria o lado dos ”opressores”** Apenas um reacionário racista e homofóbico, é possível de pensar.

Yoáni deseja que todos tenham o direito de ir e vir. Mas ao tratar o ser humano como um ser que necessite apenas da educação para poder ser como ela, inteligente e racional, então, seu desejo poderá se transformar em um pesadelo consumado, por exemplo, se algumas centenas de milhares de haitianos decidirem migrar para a ilha ao lado. Eu não tenho nada contra qualquer ser, humano ou não-humano, ao menos que seja de boa índole. Mas por causa de processos seletivos dos quais ninguém tem culpa, algumas populações se tornaram muito menos problemáticas do que outras.

Nunca é a raça fisiológica, é sempre a raça mental, especialmente se esta tiver um quê de psicopatia e/ou sociopatia.

Eu gostaria que todos aqueles que fossem responsáveis e sábios pudessem ter o direito de ir e vir.

”Somos todos” é apenas um desdobramento aforístico de uma tendência irracional, a de coletivizar indivíduos e suas idiossincrasias pessoais e de subgrupos. Ainda é fato que alguns traços serão universais.

Yoáni quer uma vida normal para os cubanos, de acordo com os parâmetros modernos. Concordo totalmente. Mas a liberdade que tanto almeja, em outras costas, se tornou anarquia. Sem sabedoria não tem freio, ou é um seco sim ou um seco não. A liberdade desmedida é apenas uma forma antônima do mesmo totalitarismo que mantém blogueiros cubanos tolhidos de direitos individuais básicos como a livre expressão e também dos cidadãos trabalhadores e sedentários que também terminaram por se tornarem reféns do tiranismo mundialista.

A liberdade que Yoáni tanto zela está tirando a segurança de muitas pessoas, que antes tinham o direito de ir e vir em cidades como Los Angeles ou São Paulo. A maldade tem apenas uma face e é a da psicopatia, seja por meio de ditadores ou de perigos urbanos travestidos de arrogância e nenhuma consideração pelo próximo. Ao sair ou se conseguir derrubar o sistema castrista, Yoáni se deparará com outras frentes totalitárias cada vez mais explícitas e ousadas convergindo para o mais do mesmo que a espécie mais inteligente deste planeta tem sempre caminhado, o buraco negro da ignorância e do ódio espumoso contra a mais evoluída das virtudes humanas, a sabedoria.

Tags:, , , , , ,

Sobre santoculto

Email ataudecinzento@gmail.com

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

De:RefémdoDrDeus Para:Deprimente mundo Assunto:Denúncia de maus-tratos a pensadores

...e Deus criou a Ângela,desapontado com a nossa Eva.Apresento-vos o meu "disco rígido" ...

Castro456's Blog

O medo do nada

Delusions of Adequacy

And You Thought You Might Have Had Delusions of Grandeur

PARTO DE IDÉIAS

"Sábio é aquele que conhece os limites da própria ignorância." Sócrates.

Pensar Novo

"Saber que você precisa mudar não é suficiente. Você precisa ter a coragem de fazer esta mudança." Robert Kyosaki

Mind Hacks

Neuroscience and psychology news and views.

Inside Perspectives

of Asperger Syndrome and the Neurodiversity Spectrum

Agoraphobia Subliminal Hypnosis

Come out of the woods, the dark, come into the light. As a recovered agoraphobic, I've designed these audios over many years in order to help you. Charles K. Bunch, Ph.D.

Antimidia Blog

Textos sem sentido, para leituras sem atenção, direcionados às pessoas sem nada para fazer.

REBLOGADOR

compartilhamento, humanismo, expressividade, realismo, resistência...

%d blogueiros gostam disto: