Olá ”pesquisador sobre criatividade”. Eu sou criativo. Pergunte pra mim quando quiser entender a criatividade ok**

Olá senhores pesquisadores que trabalham  em psicologia cognitiva e neurociencia. Meu nome é Santoculto da Silvassauro, mas podem me chamar de Criativo. Sabem, eu sou criativo, desde que me conheço por gente. Se quiserem entender como funciona a mente de uma pessoa criativa podem me perguntar. Eu terei o imenso prazer de vos ajudar em suas pesquisas.

Eu sou imaginativo

Testes de criatividade podem não funcionar pra mim ou mesmo para muitos da minha tribo porque a criatividade não se baseia apenas em fazer desenhos incomuns.

 

Eu gosto de desenhar, mas prefiro fazer mentalmente, que se chama imaginação. Mas eu não acredito que a criatividade seja apenas ou fundamentalmente a recreação cultural. A criatividade, meu caro pesquisador, se relaciona com tudo aquilo que existe e portanto, pode ser aplicada em tudo, inclusive no seu trabalho de pesquisa.

Voce não precisa desenvolver testes convergentes de criatividade para tentar mensurá-la nas pessoas. Basta conversa com uma pessoa criativa, especialmente se for do tipo contínuo e constatará de antemão o que o seu objeto de pesquisa se consiste.

Muitos cientistas são tão tendenciosos em seus trabalhos, que quando se deparam com uma pessoa sincera e pior, que está dizendo boas verdades, eles podem ser tomados pelo panico da humilhação e  refugarem pelo acato das ideias novas e brilhantes que o linguarudo lhe sentenciou.

 

Eu sou sincero

 

A sinceridade bem como a honestidade, ainda que não sejam a mesma coisa, são fundamentais para a criatividade, porque o criativo, mesmo quando produz as ideias mais loucas, sempre se baseará no mundo real, literal ou hiperreal. Portanto, quando o criativo produz uma ideia que parece muito estranha e improvável de ser aplicada em condições literais, não pense que a mesma foi retida depois de um rompante de loucura, mas justamente o contrário, por um insight ou rompante de hiperrealidade e nem todo insight será bom.

Pense no criativo como o atirador que alveja o alvo muitas e muitas vezes. Quanto maior a densidade de ideias, maiores serão as chances de sucesso, da mesma maneira que quanto maior a tentativa de flerte para namoro ou prevaricação carnal, maiores serão as chances de sucesso… O inteligente não-criativo, tenderá a ser como o atirador que mira mais do que atira no alvo.

O criativo típico (o contínuo) não está nem aí para o que voce pensa, suas crenças, religião, preconceitos unilateralmente negativos ou generalizações. Portanto não tente conformar a criatividade dentro dos seus parametros pessoais de comportamento ou opiniões. Mas eu não duvido que muitos destes tipos sejam altamente capacitados para melhorar e talvez esta seja a grande diferença entre criativos reais e ”não-criativos”. O primeiro tem a capacidade de se auto criticar e mudar suas ideias ou sofisticá-las pois o simples ato de faze-lo já é uma forma de pensamento criativo. Portanto, a criatividade não é apenas recreativa e utilitária, mas também é parte da própria identidade, da conversa interior entre a voz de sua razão (a voz interior do observador) e suas atitudes.

Me parece ser muito comum que os pesquisadores oficiais ou burocratizados se utilizem de suas próprias considerações pessoais para selecionar pessoas criativas. O pensador criativo típico é original e independente. Novamente, não tente conformá-lo dentro de seus pressupostos unilateralmente equivocados de vida.

 

Solucionadores de problemas tendem a ser de criativos contínuos

 

As pessoas ”perdem” seus tempos com frugalidades visto que tendem a não desenvolverem parametros de objetividade para com suas respectivas sobrevivencias e bem estar. Parametros objetivos se relacionam com a resolução de problemas, se estes são tão prolíficos em nossos ambientes que nos fazem concluir que como uma das mais importantes diretrizes a serem cumpridas será a sua mitigação ou resolução. O criativo contínuo tenderá a ser ”independentemente emocional” no sentido que não é influenciado pelo ambiente social da mesma maneira que as outras pessoas. Ainda que não seja independente de sua instabilidade emocional, ele o será na capacidade de resolver a si mesmo ou de tentar faze-lo pois isto também se consiste em uma atividade criativa, o ato de auto-expiação e possível concerto ou readaptação.

 

Criatividade assim como transtornos mentais, desvios naturais sexuais ou canhotismo, é um dos bio-produtos da lateralização cerebral anomala

 

Sua maneira binária de ver o mundo especialmente se for um neordarwinista conservador, renega a própria criatividade, ainda que esta possa ser usada para sofisticar sua maneira de experienciar o mundo ao redor. No entanto, acho difícil que voce possa encontrar muitos criativos contínuos ”dando bandeira” por aí e com as mesmas tendencias naturalistas- não-empáticas que predominam em sua mente, se voce for um neodarwinista conservador.

Portanto, quando falar sobre transtornos mentais e especialmente de seus portadores, como se fossem lixo humano, isto poderá ser entendido como um afronta pessoal, pois se o esquizofrenico é um lixo, então nós criativos, seríamos o que… metade-lixo**  Mesmo se não tiver nenhum parente direto com personalidade extrema, eu e acredito que muitos outros criativos, se sentem muito mais ligados aos portadores homozigotos destas condições do que com as pessoas que se julgam ”normais” ou ”neurotípicos”.

 

O criativo tem grandes chances de ser mais empático que voce, senhor pesquisador….

 

Ainda que briguemos com o mundo inteiro se for preciso, isso não significa que não possamos ser empáticos e na verdade, é esperado que sejamos até mais empáticos do que a média. Aquilo que muitos conservadores atribuem como comportamento excentrico como entender a homossexualidade como algo natural ou aceitar o cabelo azul da colega ao lado, nada mais seria do que aceitar a individualidade humana, especialmente aquela que vem para enriquecer nossas existencias cheias de dúvidas. Se tornar vegetariano ou vegan, também pode ser uma tendencia mais comum dentro das comunidades criativas, que muitos pesquisadores conservadores neodarwinistas entram em parafuso para entender, mas que é completamente lógico a partir de uma perspectiva empática.

 

Eu não terei boas ideias toda hora ok**

 

Uma avalanche de ideias ruins podem ter como resultado uma minoria de ideias extremamente boas. Não me avalie como se minha criatividade tivesse a necessidade de ser sempre certeira. Não me julgue no primeiro equívoco. Lembre-se, eu não sou como voce e a maioria das outras pessoas também não. O ato de ser verdadeiramente empático, é a melhor maneira de se tentar entender como  se dá a fenomenologia do comportamento humano e não-humano.

 

Ou eu tenho muitas ideias ou me concentro em ”projetos cognitivos de longo prazo”. Mas isso talvez não signifique que eu seja menos inteligente que o senhor, pesquisador…

 

Este texto é apenas uma breve pincelada sobre como que o senhor poderá agir acaso estiver interessado em entender a criatividade.

Até login!!-)

 

 

Anúncios

Tags:, ,

About santoculto

Email ataudecinzento@gmail.com

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

De:RefémdoDrDeus Para:Deprimente mundo Assunto:Denúncia de maus-tratos a pensadores

...e Deus criou a Ângela,desapontado com a nossa Eva.Apresento-vos o meu "disco rígido" ...

renanbarreto88

Just another WordPress.com site

Castro456's Blog

O medo do nada

Delusions of Adequacy

And You Thought You Might Have Had Delusions of Grandeur

PARTO DE IDÉIAS

"Sábio é aquele que conhece os limites da própria ignorância." Sócrates.

Pshelinha

Um pouco de mim..

Pensar Novo

"Saber que você precisa mudar não é suficiente. Você precisa ter a coragem de fazer esta mudança." Robert Kyosaki

Mind Hacks

Neuroscience and psychology news and views.

Inside Perspectives

of Asperger Syndrome and the Neurodiversity Spectrum

Agoraphobia Subliminal Hypnosis

Come out of the woods, the dark, come into the light. As a recovered agoraphobic, I've designed these audios over many years in order to help you. Charles K. Bunch, Ph.D.

Antimidia

Textos sem sentido, para leituras sem atenção, direcionados às pessoas sem nada para fazer.

%d blogueiros gostam disto: