A métafora das migalhas de pão do clássico João e Maria para falar um pouco sobre o pensamento racional

Depois de algum tempo de experiencias em debates pela internet eu tenho chegado a algumas conclusões quanto aos padrões de similaridade e discordancia entre os tipos de argumentos e/ou pensamentos. A memória não serve apenas para memorizar mas também para ser acessada quando for necessário, isto é, manipulada, para que possa ser útil em algum momento durante a colmeia de argumentos em um debate qualquer ou para qualquer outra atividade na vida real que exija o uso da inteligencia (cognição + personalidade).

Migalhas de pão de João e Maria

Isso se assemelha metaforicamente (ou não) a construção de um pensamento racional, lógico, coerente e com uma estrutura que é fácil de ser entendida. A construção de um pensamento se assemelha a construção de uma casa ou a um trabalho academico, uma monografia.

Então, pensemos….

nós temos milhões de estudantes universitários espalhados ao redor deste planeta, que fazem suas monografias sem ter pensado que sua estrutura lógica e simples, não se limita apenas À mesma, mas também a tudo na vida, incluindo aí na construção de argumentos. Deve haver uma coerencia de longo prazo.

Quando começamos a debater e especialmente em debates longos, tendemos a nos esquecer daquilo que falamos no início. E a pessoa que for mais aguda neste déficit, será ainda mais suscetível de se contradizer, sem ao menos perceber, especialmente em debates acalorados.

O pensador racional e coerente (se os dois adjetivos não são sinonimos mútuos) está sempre buscando por informações que utilizou em etapas anteriores de um debate ou na criação de textos científicos ou filosóficos. A interação entre as ideias de diferentes micro-períodos cronológicos do debate é intensa. E o pensador racional brilhante se destoará não apenas por ser vigilante quanto a própria suscetibilidade de contradições mas também em relação aos oponentes.

O pensador racional e coerente pode voltar até aos seus primeiros argumentos de um debate qualquer e tenderá a estar sempre reutilizando estas ideias.

Se pode voltar ao início então pode fazer como João e Maria e seguir as migalhas de pão que usaram para demarcar o caminho percorrido.

Debatedores irracionais e incoerentes entram em contradição a todo momento. São desorganizados e parecem utilizar suas argumentações apenas para vencer os duelos verbais, de maneira pragmática, ao invés de defender aquilo que não apenas acredita mas que tem certeza de que está predominantemente correto. No entanto, as pessoas que são predominatemente estúpidas não podem saber com requintes de precisão se seus argumentos estarão predominantemente certos ou errados. Elas sempre partirão de que estarão plenamente corretos. E é comum também vermos uma ”coincidencia” entre o pensamento dominante e os argumentos destas pessoas. Parece claro que para qualquer forma de totalitarismo unilateral, estas pessoas defenderão aquilo que é do ”senso comum” e não aquilo que é fundamentalmente correto/certo.

Suas estratégias são de curto prazo. Quanto mais irracional for o indivíduo, maior será a tolerancia ao pensamento contraditório. E aí, é importante diferenciar a ambiguidade que caracteriza as múltiplas perspectivas, da contradição.

As múltiplas perspectivas se consistem na análise multidimensional da fenomenologia, de qualquer natureza. Portanto, aquilo que está certo em uma perspectiva, pode não estar certo em outra, em um mesmo assunto.

Por exemplo, ‘‘ a homossexualidade é uma abnormalidade. a homossexualidade é natural”.

Ambas as sentenças estão certas, para as suas respectivas perspectivas comparativas. De fato, se compararmos a homossexualidade com a reprodução, a essencia para a continuidade natural da vida (sexuada), a mesma se consistirá em uma abnormalidade. No entanto, isso não quer indicar que não poderá ser natural, porque se consiste em um espectro de fenotípicos similares e fundamentalmente identicos em suas atribuições mais enfáticas, isto é, a predisposição de longo prazo para o engajamento no relacionamento homossexual, que por sua vez se localizará dentro de um espectro ou variação maior de sexualidade. Eh abnormal porque se fosse a regra, não existiríamos ou seríamos uma espécie muito menor em nossa demografia (ufa!! isso é bom!!). Eh natural porque está dentro da variação sexual humana, assim como também em outras espécies.

Contradição seria analisar as duas sentenças sobre uma mesma perspectiva ou de maneira unilateral. Por exemplo. ”Os homossexuais são anormais e naturais”. Mas, supostamente, naturalidade seria o quase-antonimo de abnormalidade. Aí no caso, talvez fosse preciso usar o termo ”paranormalidade” ‘ou’ ”impossibilidade” para que pudesse fazer mais efeito. Outro exemplo, agora em relação a contradição com base em enfatização unilateral ou dualista. ”Os homossexuais são anormais porque o sexo é (apenas) para procriação”.

Bem, então, o beijo, o sexo anal e o sexo oral e mesmo o sexo heterossexual recreativo, também deveriam ser considerados como anormais. Não é??

Todos os tipos de argumentações assim como também de macro-ações ou diretrizes verticais ou hierarquicamente impostas, derivam da moralidade subjetiva ou contextual.

A tolerancia pela contradição conceitualmente correta e que não se consiste em qualquer produto analítico das múltiplas perspectivas, tem grande serventia para psicopatas, lunáticos, especialmente do tipo narcisista estúpido ( o trivial idiota útil) e para o estúpido clássico. E se queremos melhorar a sociedade, então devemos começar a parar de tolerar as contradições que quase sempre serão potencialmente danosas a nós e a tudo aquilo que nos envolve, em nossas respectivas empreitadas existenciais involuntárias.

Tags:, , , , , ,

Sobre santoculto

Email ataudecinzento@gmail.com

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

De:RefémdoDrDeus Para:Deprimente mundo Assunto:Denúncia de maus-tratos a pensadores

...e Deus criou a Ângela,desapontado com a nossa Eva.Apresento-vos o meu "disco rígido" ...

Castro456's Blog

O medo do nada

Delusions of Adequacy

And You Thought You Might Have Had Delusions of Grandeur

PARTO DE IDÉIAS

"Sábio é aquele que conhece os limites da própria ignorância." Sócrates.

Pensar Novo

"Saber que você precisa mudar não é suficiente. Você precisa ter a coragem de fazer esta mudança." Robert Kyosaki

Mind Hacks

Neuroscience and psychology news and views.

Inside Perspectives

of Asperger Syndrome and the Neurodiversity Spectrum

Agoraphobia Subliminal Hypnosis

Come out of the woods, the dark, come into the light. As a recovered agoraphobic, I've designed these audios over many years in order to help you. Charles K. Bunch, Ph.D.

Antimidia Blog

Textos sem sentido, para leituras sem atenção, direcionados às pessoas sem nada para fazer.

REBLOGADOR

compartilhamento, humanismo, expressividade, realismo, resistência...

%d blogueiros gostam disto: