As 3 camadas da hereditariedade comportamental ou personalidade

Primeira camada, o instinto, a naturalidade ou ”evidente”

 

O traço que não tem peso, boia e se mostra a superfície, é natural, é seu instinto, seu primordial, é aquilo que é e que sempre vai ser, que não sente, que não percebe (se não se persegue), não é uma conquista, é apenas o de sempre. Não é um atrito, é aquilo que é, que se comunica em seu íntimo, que é parte indubitável de sua consciencia, de seu auto-saber.
A personalidade fundamental ou núcleo, o essencial, é fortemente hereditária ou  tem uma base genética. Não há como lutar contra ela, seria como lutar contra si próprio.

 

A personalidade secundária, ”possível” ou ”por esforço”

 

São seus traços intermediários, que não boiam com facilidade em sua piscina de personalidade, nem pesam tanto para acabar no fundo, lá no canto. Pode-se desenvolve-los, basta sabe-los, entende-los e praticá-los, que se dará com base no esforço, porque tem mais peso do que o natural. Alguns talentos boiam n’água com facilidade, desde a tenra idade, enquanto que outros, poderão ter um potencial de desenvolvimento para que possam ser expressados. O talento natural do genio é raridade no reino humano, estamos em sua maioria, de instinto social, enquanto que estes raros pássaros terão instintos cognitivos ou intelectuais. Lhes são naturais as ideias e os pensamentos espetaculares, enquanto que para muitos dos humanos, lhes será genial entender e praticar a complexidade do social.

 

A personalidade terciária ou ”improvável”

 

Aquilo que talvez possa sentir, mas que é quase impossível de ser desenvolvido. Suas antíteses vivem lá embaixo de sua piscina, com poucas chances de se expressarem, são os últimos dos escolhidos para jogar bola, por causa do jeito desengonçado de driblar, dribla o ar e acerta a coxa ou faz gol contra, é o antonimo da sabedoria, perder tempo tentando desenvolver o seu anti-natural, o seu não-instinto. Ainda mais anti-sábio será se além de persistir no erro, não ter qualquer consciencia do papel de zombeteiro de si mesmo.

 

O hereditário ou aquilo que se expressa sem conversa, sem negociação, que é natural e avesso a timidez, até o anti-natural, que é muito pouco provável que vá conseguir, libertar-se de si e tentar encarnar em outro ser. Isso é impossível ou pelo menos, improvável.

Anúncios

Tags:, ,

About santoculto

Email ataudecinzento@gmail.com

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

De:RefémdoDrDeus Para:Deprimente mundo Assunto:Denúncia de maus-tratos a pensadores

...e Deus criou a Ângela,desapontado com a nossa Eva.Apresento-vos o meu "disco rígido" ...

renanbarreto88

Just another WordPress.com site

Castro456's Blog

O medo do nada

Delusions of Adequacy

And You Thought You Might Have Had Delusions of Grandeur

PARTO DE IDÉIAS

"Sábio é aquele que conhece os limites da própria ignorância." Sócrates.

Pshelinha

Um pouco de mim..

Pensar Novo

"Saber que você precisa mudar não é suficiente. Você precisa ter a coragem de fazer esta mudança." Robert Kyosaki

Mind Hacks

Neuroscience and psychology news and views.

Inside Perspectives

of Asperger Syndrome and the Neurodiversity Spectrum

Agoraphobia Subliminal Hypnosis

Come out of the woods, the dark, come into the light. As a recovered agoraphobic, I've designed these audios over many years in order to help you. Charles K. Bunch, Ph.D.

Antimidia

Textos sem sentido, para leituras sem atenção, direcionados às pessoas sem nada para fazer.

%d blogueiros gostam disto: