Estudos sobre o prazer

A angústia da dúvida suprema,  ser ou não ser, depois da morte, e a partir dela, me fez concluir que o melhor que podemos fazer com ela é a de vivencia-la, porque estar à espreita da decomposição, é o principal ato de ser e de pensar sobre este ser, com zelo e com tempero.
Se quando maior for a experimentação orgânica, maior será nossa sensação de sentir,  de ser, enquanto um corpo a sofrer conjecturas interativas, então as ações que produzem puro prazer, aparecerão como o ápice da existência, da consciência de corpo. Um dos momentos em que nos sentimos mais vivos, será quando estivermos fazendo um doce e saudável sexo, com nossos parceiros ou parceiras.
O ato de sentir na carne todas as sensações oriundas do toque prazeroso, é um deleite profundamente existencial, por basear-se numa vivência mais realista, aguda, da vida, da mesma maneira que bons sentimentos também nos fazem mais vívidos, sensíveis à flor da pele, quanto à nossa condição de vida, em um constante, eterno e misterioso baile de máscaras ou em uma brutal descontinuidade, em que nossa existência desaparecerá quando for consumida toda a sua energia ou quando algum padrão mortal de combinações orgânicas nos condenar à uma morte mais prematura.
O amor, o ato de extrema afeição, é também uma maneira de experimentar, vivenciar a vida, de maneira mais aguda, mais significativa, mais legítima, e isto será uma constante em relaçao aqueles que tem o sentimento sempre em um estado de transbordamento, de espera para se libertar e condensar a atmosfera circundante com o seu perfume tão caracteristico.
Apesar da primazia do amor enquanto um estado de ser, de sentir-se vivo, a nível de qualidade, será o sexo, que se mostrará mais literal, efetivo, iimediato em sua capacidade de nos elevar à sensação de profundo e gostoso prazer e com isso, de viver,  de sentir na pele, na carne, em todos os poros do corpo, a agonia sortuda de estar vivo. E não parece ser apenas coincidencia que gostemos tanto de pratica-lo. O sexo é a consumação literal do amor, ainda que possam apresentar entre si, uma relação menos significativa, tal como é esperado, porque geralmente, quem dá grande vazão enfática ao sexo, olhará com menos esmero ao amor, porque este se apresenta mais abstrato, idealizado, ao passo que o sexo é concretamente verdadeiro e muito eficiente em sua capacidade de dar e receber prazer, de regozijar a vida, de sonhar por meio de movimentos e transfusões de energia, de viver.
Muitas mulheres e homens da vida, se me entendem, parecem ser naturais filósofos, se entendem de maneira prática, que um dos melhores momentos da vida é justamente o da consumação do ato sexual. Viver de sexo e para o sexo, parece tão filosófico em sua raiz do que se isolar e interagir com a natureza de montanhas antigas. É de fato, a análise e experimentação ao vivo do ato de estar vivo e de senti-lo de maneira visceral, sem afetaçoes de um aprendiz a intelectual, se a filosofia não se baseia apenas na harmonização de nossos macro ambientes mas também em espaços efêmeros de experimentação, que criamos, nos chafurdamos todos os dias.

Anúncios

Tags:,

About santoculto

Email ataudecinzento@gmail.com

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

De:RefémdoDrDeus Para:Deprimente mundo Assunto:Denúncia de maus-tratos a pensadores

...e Deus criou a Ângela,desapontado com a nossa Eva.Apresento-vos o meu "disco rígido" ...

renanbarreto88

Just another WordPress.com site

Castro456's Blog

O medo do nada

Delusions of Adequacy

And You Thought You Might Have Had Delusions of Grandeur

PARTO DE IDÉIAS

"Sábio é aquele que conhece os limites da própria ignorância." Sócrates.

Pshelinha

Um pouco de mim..

Pensar Novo

"Saber que você precisa mudar não é suficiente. Você precisa ter a coragem de fazer esta mudança." Robert Kyosaki

Mind Hacks

Neuroscience and psychology news and views.

Inside Perspectives

of Asperger Syndrome and the Neurodiversity Spectrum

Agoraphobia Subliminal Hypnosis

Come out of the woods, the dark, come into the light. As a recovered agoraphobic, I've designed these audios over many years in order to help you. Charles K. Bunch, Ph.D.

Antimidia

Textos sem sentido, para leituras sem atenção, direcionados às pessoas sem nada para fazer.

%d blogueiros gostam disto: