O idiota absoluto, o esquerdista ( e psicopata sádico não adaptado) e o conservador, o psicopata sádico adaptado.

Para criticar, zombar, desdenhar, desejar coisa ruim e até mesmo colocar em prática toda esta má fé, em relação aos seus ”não-aliados”, esquerdistas e conservadores, mais uma vez, são identicos. Mudam os bodes expiatórios, mas as intenções proto-psicopáticas e primitivas continuam sendo as mesmas.

A ”raça branca” que os esquerdistas tanto odeiam, pode ser comparada em pé de igualdade aos ”homossexuais” que os direitistas tanto detestam. Claro que, nem todo esquerdista será um racista anti-branco e nem todo conservador direitista que será um homoaversivo.

Eu já comentei com voces que a norma na ”natureza”, é o sucesso dos mais adaptados e o que vemos no mundo animal, é justamente a propagação das espécies mais agressivas. A natureza é linda, ”perfeita”…. mas é psicopática também.

Não adianta voce ser super empático com o seu filho e não tentar ter o mínimo de empatia em relação ao filho do vizinho, se isso for o certo a se fazer.

Os judeus ashkenazis por exemplo, não podem ser considerados como psicopatas completos, porque nutrem um grande carinho em relação aos seus próprios. No entanto, toda esta empatia, parece se concentrar apenas para aqueles de dentro de suas comunidades ao passo que em comparação ao resto, os ”forasteiros”,  eles agem exatamente como psicopatas (não apenas agem como psicopatas… não todos eles, é claro).

E a mesma regra de ouro no reino animal pode ser observada entre os seres humanos.

Racionais**

Não.

Empáticos**

Também não.

O ser humano médio é mais racional e empático que um primata médio, mas ainda estará bem longe da perfeição nestes dois quesitos.

Esquerdista ou socialmente liberal, o idiota absoluto da esquerda e extra-psicopático não-adaptado

Todos estes mequetrefes aqui de cima foram presos porque faziam parte de uma máfia de ”imigrantes” ”asiáticos” (terminologia britanica para os imigrantes asiáticos, do subcontinente indiano, do oriente médio e leste asiático) que explorava a prostituição de milhares de meninas brancas na cidade de Rotherham, na Inglaterra.

Da mesma maneira que os esquerdistas brasileiros, em média, desprezam completamente as vítimas fatais de criminosos mirins (ou não) justamente pensando no bandido, como se ele fosse o único a merecer alguma consideração, os esquerdistas britanicos fazem o mesmo ao não  se abalarem com esta notícia acima porque

– as vítimas são da raça branca, europeia, caucasiana

e porque os algozes são parte do sonho multiculturalista que tanto ”zelam”.

As meninas e adolescentes britanicas da classe trabalhadora, que são brancas como porcelana pura, não merecem qualquer sentimento mesmo se suas vidas tiverem sido transtornadas por psicopatas de origem imigrante e que professam a tal religião ”da paz”.

Os esquerdistas ”são” um anjo para com aqueles que são protegidos por sua ideologia, como as tais ”minorias”, ou que fazem parte do seu grupo de ideólogos (eles mesmos).

E são o próprio diabo em relação aqueles que não compactuam com os seus pressupostos.

-Proteção do meio ambiente,

-Direitos dos animais não-humanos,

-Direitos dos negros ou qualquer outra MINORIA (que com a imigração em massa, deixarão de ser apenas minorias).

– Direitos dos homossexuais ou de qualquer outra minoria comportamental potencialmente neutra (sim, muitos homossexuais são extremamente impulsivos e se tornam vetores de dsts dentro da própria comunidade, ameaçando aqueles que não foram infectados, mas eu disse certa vez que ao invés de uma expansão ”degenerativa”, este tipo de comportamento tende a ser de natureza implosiva, sem causar grande avaria em relação aqueles que não estão dentro do grupo).

Eu concordo totalmente e assino em baixo em relação a todos estes pressupostos. Claro que com base em uma análise justa, holística, em que realmente farão todos felizes, satisfeitos e seguros, especificamente em relação aos dois últimos.

Mas em relação a estes aqui

– Direito total e sem nenhum critério ao aborto,

– Legalização das drogas,

– Contra a redução da maioridade penal

… eu sou bem mais reticente especialmente em relação ao último, ainda que concorde que as cadeias brasileiras já estejam superlotadas, mas por que será** Será que é por que tem muito bandido neste país** Mas se o comportamento é geneticamente predisposto então… isso significaria que muitos (mas não todos) brasileiros carregam genes que os predispõe ao comportamento criminoso** Elementar que a grande maioria dos esquerdistas negarão esta possibilidade.

Sobre as drogas, bem, as drogas são um vício e se fossem tal como erva de gato, eu não me preocuparia. Eu até acharia divertido tomar um somma de vez em quando pra ampliar minha capacidade imaginativa, de maneira artificial, diga-se. A sensação produzida por esta ”erva” hipotética, não duvido, de que seria muito interessante. Só que o problema é que a maconha é apenas a ponta de um iceberg chamado tráfico internacional de drogas. Isso sem falar que a substancia a longo prazo pode ter consequencias ruins ao cérebro, da mesma maneira que o cigarro costuma ter em relação aos pulmões. Eu não tenho uma opinião plenamente formada sobre este assunto porque é necessário pensar em muitas questões e não apenas o simples ato de fumar um baseado. Sou a favor da legalização, mas com mudanças substancialmente significativas em relação a todo o resto que se relaciona com a maconha, como o próprio tráfico.

O aborto é uma medida paliativa que visa mascarar falta de responsabilidade, não de todas as mulheres que se utilizam dele, mas de muitas. Em um mundo com camisinha dentre outros métodos disponíveis na farmácia mais próxima de voce, as desculpas para serem usadas como argumentos a favor do aborto, escaceiam ou envelhecem.

Ainda que com relação a muitas questões, os esquerdistas estejam bem mais corrretos que os direitistas, eu tenho a nítida impressão de que sempre acabam

– tendo argumentos ruins e piorando a ideia original

– ou, escolhendo o pior lado de uma situação como acontece no caso da redução da maioridade penal.

Os esquerdistas não trocam os pés pelas mãos apenas em algumas destas questões muito sensíveis e importantes para cada cidadão trabalhador de uma nação, porque eles também vestem a camisa de força de maneira vigorosa, quando tentam argumentar a favor de uma igualdade galgada em mentiras apoiadas pela Unesco.

Eu sou a favor da igualdade social, mas com base em racionalidade porque as pessoas não são naturalmente iguais.

Para aqueles que pensam o contrário…

… além de negarem as obviedades sobre a natureza comportamental e biológica humana

– que é variável,

– que é desigual (especialmente a partir de determinados contextos… contextos sempre existirão ainda que seja necessaŕio apelar pela neutralidade, sempre),

– que isto implica em diferenças entre populações… povos, etnias, raças,

– que dentro desta diversidade desigual, essas populações, por causa de seus respectivos históricos evolutivos, evoluíram para se comportarem de certa maneira, obviamente, em média, e que esta regra, se aplica a todos os traços, inclusive aqueles que despertam sensibilidades, tais como a inteligencia,

que as pessoas tem o direito de escolha quanto a ”se” miscigenarem ou não,

que as pessoas tem o direito a escolha se desejam imigração (em massa) em seus países ou não,

… o chamado ”senso comum”, os esquerdistas ainda se utilizam de generalizações grosseiras, torpes, para fundamentar os seus argumentos e seus ativismos sociais, patrocinados pelas elites globalistas, é claro.

O idiota absoluto da esquerda, raciocinou que, como foram ”os brancos” que colonizaram e depredaram as nações ”do sul”, então, todos eles devem pagar por aquilo que, enquanto indivíduos temporalmente vivos, nunca tiveram qualquer culpa. Eu já expliquei sobre estes pormenores. Eu, que sou ”branco” (um whigger), nasci no final da década de 80, não sou culpado por nenhum crime que foi cometido ”pela” coletividade demográfica a que pertenço (na verdade foram cometidos a mando das elites em suas respectivas épocas e por grupos de psicopatas… em outras palavras, psicopatas que estão no poder criaram a ”culpa branca” para jogar a culpa do seu grupo mental, que sempre está aprontando das suas, nas costas de uma abstração demográfica, com intenções potencialmente genocidas).

Além de generalizarem grupos, desumanizando-os, eles também criam narrativas extremamente simplistas, infanto-juvenis para justificarem

– a imigração em massa para os países de populações brancas, que com taxas de fecundidade muito baixas, caminharão para serem extintas.

E esta guerra psicológica também é real e com consequencias reais tais como os estupros cometidos contra mulheres brancas nos países europeus.

Zero empatia para os ”brancos” (que não são esquerdistas),

zero empatia para os sírios e ou os líbios,

Zero empatia para as vítimas de crimes urbanos, muitas vezes que serão da classe trabalhadora, aquela que os esquerdistas juraram defender, na época da revolução ”russa”…

Se não tem empatia, qualquer remorso e ainda justifica o mal, então só pode ser algum tipo de psicopata.

O idiota absoluto da direita, o conservador, o extra-psicopata adaptado

Do lado direito do cabo de força evolutivo-dualista, os conservadores não ficam atrás na categoria ”psicopata com o inimigo, anjo com o aliado” (e rigoroso em relação aos ”filhos problemáticos”). Um quinto da população branca americana é composta por esquerdistas ou (socialmente) liberais, enquanto que o percentual de conservadores é provável de ser bem maior.

O conservador médio americano

– votou em Bush e votaria no mister Burns dos Simpsons,

– ojeriza vegetarianos, acha que os homossexuais não devem ter o direito de se casar, e mais, se fosse possível, até os colocaria novamente na lista negra da psiquiatria,

– generaliza minorias (ainda são minorias), especialmente os negros, desprezando os seus virtuosos,

– acha que o mundo é perfeito, que a (pseudo) religião está sempre certa, que aqueles que não conseguem construir um padrão de vida sustentável ou estável, são totalmente culpados por suas situações,

lamentam um mundo em que o sadismo da humilhação grátis e perseguição sistemática possam ser combatidos,

– acreditam que guerras são sempre justificáveis,

– negam o aquecimento global e ainda são capazes de minimizar os efeitos da industrialização sobre a natureza…

Além das idiossincrasias políticas, os conservadores também se diferenciam dos seus algozes da esquerda, apenas pelos tipos de bodes expiatórios e justificativas de persegui-los, porque em relação ao fator psicopatia, eles são quase tão tranquilamente carniceiros quanto os vermelhinhos.

Os conservadores são os psicopatas moderados evolutivamente adaptados, que perpetuam as suas fantasias e irracionalidades de grupo desde a muito tempo.

Frieza em relação aqueles que não compactuam com suas agendas evolutivas, afagos para aqueles que o fazem.

A tal subjetividade que eu tenho falando tanto se caracteriza justamente por essa incapacidade de entender a imagem maior, o contexto geral e a de buscar pela sabedoria.

O idiota absoluto ou o ser humano médio, será

– tendenciosamente ”empático”

e

– predominantemente irracional

Sua hipocrisia (irracionalidade) é o seu principal argumento.

E no meio das duas antas, uma anta chamada judiaria organizada, que é muito mais (primitivamente) inteligente porém igualmente psicopática em sua raiz, orquestra o show de horrores que o ocidente (ou acidente) se transformou.

E depois eu é que sou taxado de doido, conspiracionista, que não tem ”senso comum”.

Se voce concordou com tudo ou quase tudo aquilo que escrevi neste texto, então concordará comigo que a humanidade possa ser considerada como um grande sanatório e que nós sejamos os poucos reais normais (naturais, racionais e empáticos).

Anúncios

Tags:, , , , , ,

About santoculto

Email ataudecinzento@gmail.com

2 responses to “O idiota absoluto, o esquerdista ( e psicopata sádico não adaptado) e o conservador, o psicopata sádico adaptado.”

  1. Xizinho says :

    Acho que a empatia em relacão à maioridade penal é porque o branco/classe média/progressista imagina a idéia de uma criança/adolescente inocente e bucólica brincando com pandorga e carrinho de lomba… Mas é uma idéia falsa, uma falsa empatia, primeiro que um gurizote de 16 anos não é nenhuma criança, já está bem adulto, segundo que estamos falando de menores assassinos, ninguém vai prender o adolescente só por ser adolescente.

    Na verdade a empatia do esquerdista é sempre assim, meio falsa, é uma visão romantizada, não-realista, das minorias. Nada contra a empatia, porém, acho que precisa ser baseada em fatos mais reais.

    Dito isso, não acho que a redução da maioridade penal vá resolver nada, é uma medida demagógica, o problema é genético, cultural, e de policiamento, além de relacionado com o tráfico de drogas – o tráfico é que cria esse ambiente darwiniano nas favelas, onde o mais psicopata vence.

    Eu realmente não sei qual seria a melhor solução. Às vezes penso que uma coisa que ajudaria seria voltar a prender as pessoas por vagabundagem e atitude suspeita, está parado na esquina, com ar de malandro, vamos revistá-lo, tem uma arma ou faca? Cadeia. Isso realmente diminuiria os assaltos mais do que qualquer outra coisa. Mesmo assim sendo um problema maiormente genético não adiantaria, morre um bandido nascem 10.

    • santoculto says :

      Eu vejo desta maneira também, prisão abstrata, interpretam o mundo por meio de abstrações: grupos, generalizações, idealizaçoes grosseiras. E se fossem realmente empaticos, eles, em média, não dariam maior importância à sua ideologia ao invés de pessoas reais. Dois exemplos, os problemas das dsts entre os homossexuais e a imigração em massa nos EUA, que provocou o aumento da competição por vagas de empregos de baixa remuneração com péssimos resultados à população negra daquele país.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

De:RefémdoDrDeus Para:Deprimente mundo Assunto:Denúncia de maus-tratos a pensadores

...e Deus criou a Ângela,desapontado com a nossa Eva.Apresento-vos o meu "disco rígido" ...

renanbarreto88

Just another WordPress.com site

Castro456's Blog

O medo do nada

Delusions of Adequacy

And You Thought You Might Have Had Delusions of Grandeur

PARTO DE IDÉIAS

"Sábio é aquele que conhece os limites da própria ignorância." Sócrates.

Pshelinha

Um pouco de mim..

Pensar Novo

"Saber que você precisa mudar não é suficiente. Você precisa ter a coragem de fazer esta mudança." Robert Kyosaki

Mind Hacks

Neuroscience and psychology news and views.

Inside Perspectives

of Asperger Syndrome and the Neurodiversity Spectrum

Agoraphobia Subliminal Hypnosis

Come out of the woods, the dark, come into the light. As a recovered agoraphobic, I've designed these audios over many years in order to help you. Charles K. Bunch, Ph.D.

Antimidia

Textos sem sentido, para leituras sem atenção, direcionados às pessoas sem nada para fazer.

%d blogueiros gostam disto: