A tendencia dualista (mas principalmente de conservadores e de brancos nacionalistas) na coletivização das realizações individuais

Nós somos mais inteligentes. ”Somos” **

O genio, que muitas vezes não será compreendido pela sociedade em que vive e que se fosse colocado na frente de boa parte de homens conservadores e ou de brancos nacionalistas, seria chamado de weird faggot histérico ou louco é sempre usado como exemplo de superioridade COLETIVA por todos os tipos humanos de dualistas, mas especialmente destes acima que eu citei.

”Nós não entendemos voces, não gostamos de voces, não conviveríamos com voces (e a recíproca é verdadeira), mas voces foram ou são os genios que fizeram ou fazem o nome de ”nossa raça”. Então para usá-los de troféu coletivo, voces são úteis, para todo o resto, que é o mais importante, voces não são”

Devem pensar os homens brancos conservadores e os racialistas.

Se o leitor stormfronter médio fosse colocado na frente de qualquer um dos grandes genios da humanidade,  é provável que ele se veria em grave risco de insultá-lo ou de ser insultado. Leonardo Da Vinci, homossexual, vegetariano e pacifista, provavelmente não teria gostado de se sentar a frente de um rapaz dotado de  (completamente justificável) raiva transbordante e com insultos a tira colo para tudo aquilo que corresponderia a sua personalidade, ao seu modo particular de interagir e alegorizar a sua experimentação existencial. Da mesma maneira que os algozes dos conservadores, adoram abstrações que estão bem longe de seus convívios, o mesmo pode ser dito sobre a ala mais a direita. Se Lombroso está mesmo mais certo ou fundamentalmente mais certo que Terman, então a maior parte dos genios humanos estariam mais próximos dos esquerdistas em comportamento e estilo cognitivo do que em relação aos conservadores. Talvez a medíocre taxa de fecundidade dos esquerdistas em quase todo mundo possa nos ajudar a explicar parte da crescente degeneração cognitiva genotípica da população ocidental. Os conservadores e especialmente os modernos ”brancos nacionalistas”, apresentam esta forte tendencia para coletivizar todas as realizações ”de sua raça” tal como se fossem deles também. Tal como os soviéticos coletivizaram a propriedade privada na ex- União Soviética, os brancos nacionalistas fazem algo metaforicamente parecido com relação a criatividade, por agora, insuperável das populações das quais ”pertencem”.

No entanto, especialmente em relação a genialidade artística e filosófica, as chances de que um branco nacionalista médio possa se relacionar amistosamente com um genio deste tipo, será muito pequena, porque enquanto que um zela pela paz e pela boa convivencia, o outro zela pela guerra ou ao menos pelo constante estado de sítio e pela demarcação dualista das populações. Enquanto que um ”foi” feito para produzir percepções incomuns ou para enfeitar uma cidade, o outro foi feito para zelar a segurança desta cidade e ou para guerrear justamente pensando na manutenção da paz dentro das fronteiras onde vive e guarda. Ainda que sejam complementáveis, especialmente para o conservador e o branco nacionalista médios, uma importante proporção de genios não apenas lhes serão auto excludentes como também caminharão para serem o oposto daquilo que desejam instintivamente, se o conservadorismo se caracteriza pela segurança da saúde e o genio tende a se caracterizar pela insegurança do desvio e de níveis de doença. A eugenia tão sonhada pelos eugenistas conservadores, não apenas visa eliminar todos os tipos de ”degenerados” primitivos mas também o próprio genio, especialmente mediante uma perspectiva lombrosiana.

A arte tende a ser como uma alegorização do sofrimento humano, que é percebido em doses mais intensas para muitos genios ”torturados”.

Mesmo os termites ”perfeitos” de Terman, hoje em dia, em sua maioria que não dariam um bom dia de maneira espontanea a boa parte da multidão de jovens brancos (e nem tanto) que estão com toda justiça de estarem atordoados e temerosos por dias ainda piores, que no entanto, não serão canalizados de maneira equilibrada e esperta, se já não estão sendo.

Se a demografia é a principal ferramenta de dominação territorial, então para começo de conversa, ao invés de se lamuriarem pelo horizonte cinza que os aguarda dentro da blogosfera, os brancos nacionalistas já deveriam estar buscando suas respectivas parceiras e tendo muitos filhos, como estratégia de contenção da hemorragia demográfica branca, mas também como salvaguardo para as futuras gerações. Não parece muito difícil pensar em uma cultura atraente que mantenha seus filhos dentro de seus círculos de convivencia transcendental. No entanto, tudo indica que isso não está acontecendo.

Para cada lista de grandes nomes da criatividade europeia, uma grande proporção de ”degenerados” será provável de ser citada. Homossexuais, alcoólatras, narcisistas, pedófilos, psicopatas… E estas listas de grandes nomes são sempre usadas por brancos nacionalistas e conservadores em geral como meio de provar a ”superioridade coletiva” do grupo a que pertence. Mas na realidade, o abismo entre estes dois grupos e as muitas variedades de genios, parece muito maior do que imaginam. Como eu mostrei no texto sobre James Watson, se conservadores e brancos nacionalistas desejam manter o mínimo de coerencia, seria melhor que buscassem a sabedoria anti-dualista (se não é um pleonasmo) para vencerem seus algozes na teoria e na prática. Mantendo este discurso simplista, de Bolsoasno, de ódio e de generalização vulgar, jamais conseguirão aquilo que almejam com base em seus próprios esforços e especialmente, conquistando os corações da ”parte direita da curva de sino”. Mesmo que consigam vitórias importantes, afinal, o mundo ocidental continua o seu processo imparável de deterioração, não será por causa de suas respectivas criatividades individuais ou empenho inteligente, mas apenas porque o caos terá se instalado sem prazo de validade. O caos que conquistará os corações que tanto almejam e não eles, que permanecerão reclamando da vida sem nada fazerem para melhorá-la.

O genio, muitas vezes, um tipo desviante, não é será igual a maioria dos conservadores (claro que muitos genios foram conservadores, mas é difícil defini-los nestes termos por causa da forte tendencia para a complexidade de personalidade que apresentam). Em um mundo real, boa parte dos jovens de brancos nacionalistas não conseguiriam manter laços de amizade com genios, se isso de fato já pareça acontecer com superdotados, talentosos e criativos. As premissas mais básicas do esquerdismo, vistas pela superfície, não estão erradas, pelo contrário. E se comparadas a literalização da bíblia ou ao discurso supremacista-coletivo e anti-humanitário de muitos brancos nacionalistas, realmente fará com que mentes mais complexas prefiram o esquerdismo, sem sombra de dúvidas. A mídia tem seu papel vergonhoso como promotora do ódio racial contra os brancos e seu desarme para a sua posterior capitulação. No entanto, a manutenção e constancia dos discursos de ódio, totalitaristas e que estão sempre a generalizar as pessoas das quais não pertencem ao seu grupo, são um dos grandes responsáveis pela amplificação desta irreal percepção sobre as coletividades europeias como a sandice da culpa atemporal e coletiva branca.Em outras palavras, os brancos nacionalistas são um dos responsáveis pela impossibilidade de popularização mais do que justa de sua causa, das mais racionais e justas de nossa era, que é equiparável a causa dos direitos dos animais e dos verdadeiros direitos humanos, se o direito a existencia, segurança e equilíbrio já não possam ser considerados como legitimidade indubitável para a causa branca. Ao invés de ajudarem, eles estão aumentando a percepção das classes cognitivas mais inteligentes de ”sua raça” quanto aos seus discursos desequilibrados ou mal formulados e que atendem com perfeição a cartilha ”dividir para conquistar” ou ”política da dualidade”, ou seja, agem exatamente como os especialistas de Tavistock previram. Isso é bom** Se vão citar toda a sorte de nomes de genios, que sem o adjetivo especial, seriam apenas mais um tipo de ”degenerado”, então que fiquem bem informados para que possam pensar nas contradições que estão acreditando e compartilhando com seus iguais. Se não podem repensar em uma maneira de agir inteligentemente como maneira de evitar as cordas de ventríloquo de suas predisposições psicológicas, que foram previstas por seus algozes, então, infelizmente, os tais que tanto se vangloriam dos feitos dos quais não são donos individuais, nada poderão fazer para frear a maré que ameaça engoli-los.

No filme ”A Outra História Americana”, que foi usado para estampar este post, uma abertura para a melhoria qualitativa dos pressupostos e das estratégias, pasmem, mesmo dos neonazistas que protagonizam o filme, pode ser demonstrada a partir do momento em que a personagem principal, interpretada por Edward Norton, conhece e faz amizade com um jovem negro simpático na prisão. A possibilidade de foco naquilo que interessa para o movimento, é no entanto, facilmente pulverizada pelo desenrolar dos acontecimentos que sacrificam o seu irmão mais novo, igualmente tomado pelo ódio cego que corroeu o mais velho. Cachorros com raiva rosnam, seres humanos inteligentes pensam e agem a partir deste panorama cognitivo convidativo. Eh sempre espezinhar os próprios defeitos para nunca mais comete-los, sempre em busca da perfeição, isso se chama sabedoria.

Anúncios

Tags:, , ,

About santoculto

Email ataudecinzento@gmail.com

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

De:RefémdoDrDeus Para:Deprimente mundo Assunto:Denúncia de maus-tratos a pensadores

...e Deus criou a Ângela,desapontado com a nossa Eva.Apresento-vos o meu "disco rígido" ...

renanbarreto88

Just another WordPress.com site

Castro456's Blog

O medo do nada

Delusions of Adequacy

And You Thought You Might Have Had Delusions of Grandeur

PARTO DE IDÉIAS

"Sábio é aquele que conhece os limites da própria ignorância." Sócrates.

Pshelinha

Um pouco de mim..

Pensar Novo

"Saber que você precisa mudar não é suficiente. Você precisa ter a coragem de fazer esta mudança." Robert Kyosaki

Mind Hacks

Neuroscience and psychology news and views.

Inside Perspectives

of Asperger Syndrome and the Neurodiversity Spectrum

Agoraphobia Subliminal Hypnosis

Come out of the woods, the dark, come into the light. As a recovered agoraphobic, I've designed these audios over many years in order to help you. Charles K. Bunch, Ph.D.

Antimidia

Textos sem sentido, para leituras sem atenção, direcionados às pessoas sem nada para fazer.

%d blogueiros gostam disto: