Em um mundo de cegos, não há limite para a estupidez

Sem regras, sem régua, sem limite, não há delimitações em um mundo de cegos. Cegos por suas arrogancias reais, cegos por suas carencias latejantes, cegos por suas pequenezas de alma, cegos porque não nasceram iluminados. Se cegam pela luz do fim do túnel porque eles não tem olhos adaptados.

Não há limite para a estupidez em um mundo onde os espelhos não refletem. E o reflexo de si mesmo é a sua própria reflexão d’alma, é a sua própria expiação, porque em um mundo sem espelhos realistas, todos se pintam perfeitos em telas sem nenhuma cor, cor de inércia total, cor de inexistencia.

Onde há niilismo, não há cultura. Não há transcendencia, não há um porque. Só existe o ato de viver superficialmente, de entregar a vida aos caprichos da matéria rebuscada por mãos humanas, pelo amor as joias deStonehenge, pela perdição de ser fraco e de amar a sua fraqueza. Pelo amor ao vício e confundi-lo com felicidade.

A harmonia e o ato de harmonizar ou de filosofar objetivamente, é o ato da verdadeira felicidade. O ato de melhorar a vida em volta, a si próprio. O ato de viver dentro de sua imaginação mas de estar com os pés fincados no chão. O ato de se ver no espelho, de se gostar e de se detestar. O ato de ser a tempestade e a calma que o vento traz depois da tormenta. O ato de dualizar-se, de sempre buscar pelo caminho do meio, pela mais alta montanha, aquela de onde tudo se ve, tudo se entende, onde todas as correntes passam, todos os aromas e todas as espécies.

Em um mundo de igualdade forçada, por uma gente primitiva e problemática, todos se veem como iguais, todos prometem dar o seu melhor, mesmo onde sabem que não poderão faze-lo. A informação-mantra que a mídia totalitária impõe, funciona como o escudo de papel em um mundo sem armas pontiagudas.

O estúpido está livre pra dizer o que quiser, mas o estúpido nunca é livre e usa as frases de efeito mais insossas para propagar o seu ego, enraivecido e confuso.

As pseudo religiões nunca morrerão** Sempre nascerá uma nova peste para dragar a razão** Para usar o nome de Deus em vão*

O ser humano nunca foi tão exaltado!!! Seu centrismo desalmado, mesmo o assassino frio, é humanizável, é superficializável, tratável como a um Deus em um mundo de iguais. Todos são deuses, mas não são, porque deuses não existem. Universo não é Deus e é mais humilde, é da simplicidade que tiramos as mais poderosas respostas.

Mas sem a verdade como a maior de todas as humildades, continuaremos a ver ouro onde só se ve um rosto.

Anúncios

Tags:

About santoculto

Email ataudecinzento@gmail.com

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

De:RefémdoDrDeus Para:Deprimente mundo Assunto:Denúncia de maus-tratos a pensadores

...e Deus criou a Ângela,desapontado com a nossa Eva.Apresento-vos o meu "disco rígido" ...

renanbarreto88

Just another WordPress.com site

Castro456's Blog

O medo do nada

Delusions of Adequacy

And You Thought You Might Have Had Delusions of Grandeur

PARTO DE IDÉIAS

"Sábio é aquele que conhece os limites da própria ignorância." Sócrates.

Pshelinha

Um pouco de mim..

Pensar Novo

"Saber que você precisa mudar não é suficiente. Você precisa ter a coragem de fazer esta mudança." Robert Kyosaki

Mind Hacks

Neuroscience and psychology news and views.

Inside Perspectives

of Asperger Syndrome and the Neurodiversity Spectrum

Agoraphobia Subliminal Hypnosis

Come out of the woods, the dark, come into the light. As a recovered agoraphobic, I've designed these audios over many years in order to help you. Charles K. Bunch, Ph.D.

Antimidia

Textos sem sentido, para leituras sem atenção, direcionados às pessoas sem nada para fazer.

%d blogueiros gostam disto: