‘Qi’, ”inteligencia” e mundo real

Os esquerdistas são inteligentes****

 

A foto acima faz parte de um conjunto de testes que foram produzidos com o intuito de se estudar as diferenças ”culturais” entre ”leste” (leste asiáticos) e ”oeste” (”ocidentais”, ou seria melhor, europeus e descendentes). Percebeu-se que os ”orientais” foram mais propensos a escolher o grupo A enquanto que os ”ocidentais” foram mais propensos a escolher o grupo B. Eu escolhi o grupo B porque o caule em negrito e em riste é a única semelhança universal em relação as flores deste grupo.

Uma analogia sobre observação e perspicácia. A capacidade de perceber o mundo, de entende-lo.

Dentro da comunidade Hbd, temos lido que existe uma maior proporção de pessoas que pontuam bem em testes cognitivos e que aderem a ideologias esquerdistas. Bem, voce que já debateu ou tentou debater com um esquerdista, já deve ter notado que uma boa parte deles não são lá muito inteligentes. Parece que nós temos uma grande parcela da população de esquerdistas que são definitivamente, incapazes de entender o mundo a sua volta. Eu acredito e tenho quase a absoluta certeza de que a percepção seja o componente fundamental da inteligencia porque se relaciona com a capacidade de sobrevivencia e quanto mais desenvolvida for, maior será a inteligencia genotípica real.

Se existem mais pessoas ”com” ”qi” acima da média que são esquerdistas fanáticos, isto é, que desprezam toda a sorte de inconguencias consideráveis que entoam desta ideologia, sem falar nos atropelos subsequentes, então parece haver algo de errado em relação a fiabilidade dos testes de qi. Eu não sei quanto a voce, mas eu tenho visto com frequencia, pessoas na internet comentando sobre ”como eles são inteligentes POR CAUSA de ”seus” ”qis” avantajados”. Hoje em dia, já se tornou comum substituir o termo ”inteligencia” por ”qi”. O famoso determinismo do qi, que está cada vez mais forte e cada mais circular em seu pensamento.

 

 O conhecimento se dá por analogia ao mundo real

 

Há uma considerável proporção de universitários que são de ideólogos esquerdistas. Parece haver uma vulnerabilidade de mentes um pouco mais complexas do que a média para aderir a esta confusão mental chamada esquerdismo. Ainda que muito de sua ideologia esteja correta, uma boa parte dela é tão simplista e superficial, que a parte podre acaba por corroer todo o resto. Tal como aconteceu com os esquimós em relação a miopia, quando deixaram o seu hábitat natural em direção a moderna sociedade ocidental canadense,  o meme esquerdista parece ser uma predisposição muito comum para a ”fração inteligente”. Mas aí, é evidente que aparecerão as exceções. Eu sou uma delas. Se tivesse uma cabeça mais fraca, eu já teria aderido ao esquerdismo fanático, hipócrita, analfabeto e cego a qual uma boa proporção dos ”inteligentes” já fizeram. Uma boa parte dos meus conhecidos de faculdade, são ao menos, parcialmente esquerdistas. E no Brasil, ser parcialmente esquerdista, já é praticamente como ser um ‘liberal’ nos EUA. Não que eu seja de direita, odeio o capitalismo selvagem que vivenciamos, pra começo de conversa. Mas não posso em hipótese alguma confabular com esta diarreia mental que se tornou o esquerdismo, isso sem falar na narrativa infanto-juvenil que usam para ”entender” o mundo. Eu que tanto falo de múltiplas perspectivas, jamais aderiria a este grupo, ao menos se não fosse pra ganhar algo em cima, porque por puro idealismo, se consistirá em uma bela de uma estupidez.

Um dos mais famosos paradoxos do conhecimento hbd é justamente esta relação comica entre esquerdismo e alto qi. Ok, vc ser a favor do casamento gay ou mesmo, indiferente a ele, eu também sou. Voce ser a favor da igualdade, eu também sou. Vc ser a favor do respeito mútuo, eu tbm sou. Vc ser a favor da paz, do respeito ao meio ambiente e aos direitos da mulher, eu tbm sou. O problema é quando voce é a favor de tudo isso, mas não entende o que tudo isso significa. E isso se chama estupidez, falta de sabedoria. O sábio sabe medir os seus passos, porque sabe mensurar suas forças e fraquezas. A partir do momento em que voce passa a estudar um assunto e não tem recursos cognitivos para entende-lo e mais, não sabe que não tem estes recursos inatos, então  será uma pessoa estúpida. Qualquer ”celebridade cognitiva” que já considerou suas pontuações de qi como um reflexo perfeito do seu intelecto, provavelmente não se conhece o suficiente para perceber que não é tão simples assim. Fala-se muito na ”navalha de Ocam”, mas eu tenho a impressão que muitos daqueles que a clamam, estão a confundir simplismo com sinteticidade.

 

 

Múltiplas inteligencias, castas cognitivas e a metáfora da aranha e da vespa parasita

 

Como eu sugeri em um texto anterior, o desenvolvimento mental assíncrono, não é uma particularidade apenas dos superdotados, mas também de todos os seres humanos bem como de qualquer espécie provida de diversidade natural. E o ser humano será mais complexo e diversificado, obviamente. Portanto, enquanto que alguns chegarão aos 20 anos com uma mente parecida com a minha, objetiva, justa, coerente, em busca da verdade, outros, chegarão na mesma idade, com um déficit no mesmo quesito, que no entanto,  poderá vir acompanhado com uma maior capacidade por exemplo, em línguas ou em matemática. A partir da universalidade do desenvolvimento mental assíncrono, partimos para as múltiplas inteligencias, a famosa e popular teoria, inclusive entre muitos círculos esquerdistas, que foi infelizmente, usada pelo seu criador, para propagar factoides sobre a biologia cognitiva humana. Sim, todos nós somos bons em alguns aspectos cognitivos e piores em outros, talvez não aja um ser humano que seja bom em tudo ou ruim em tudo. Estes extremos, se existirem, não serão de seres humanos, se o que define a humanidade é sua imperfeição ou diversidade individual de forças e fraquezas. O mendigo pode não ser tecnicamente inteligente, mas ter uma sabedoria primitiva, fantástica, que poucos tem.

Em Krypton, todos já nascem com uma predisposição laboral específica. Não muito diferente do planeta Terra, =)

 

A partir das múltiplas inteligencias, partimos para uma divisão de trabalho coerente e correta, que deveria ser a regra em todas as sociedades humanas, e talvez seja, mas especialmente naquelas sociedades que definimos como ”selvagens”. Aquele que nasceu para fazer contas matemáticas (qi matemático maior combinado com outros recursos cognitivos), aquele que nasceu para aprender vários idiomas ou para estudar línguas. Nós temos uma plasticidade comportamental (limitada) que desemboca obviamente em uma plasticidade cognitiva ou laboral. Quem é bom em estudos da linguagem humana, pode ser bom para lecionar (especialmente, o portugues) assim como também poderá ser bom para ser jornalista ou um escritor. Perceba que todas essas profissões estão relacionadas, todas tem um ponto de similaridade cognitiva.

As castas cognitivas funcionam justamente tal como no planeta imaginário do Super Homem, Krypton, onde todos nascem com uma especificidade laboral ou cognitiva, mais específica. Se todos fossem empregados naquilo que são melhores e que gostam (ambos tendem a se relacionar guturalmente), não haveriam problemas sociais. Mas para vc explicar esta quantidade de variáveis para um esquerdista, ”justiceiro social”, até que ele caia em si, e aceite que o seu argumento é irrefutável, pode esperar no mínimo uns cinco anos, especialmente se for um esquerdista mediano e hardcore. Percebam que justamente aqueles que mais clamam pela igualdade são justamente os que mais lutam contra ela. E não importa o qi que ”tenham”, são estúpidos. A proporção de inteligencia e estupidez a nível individual, de causa obviamente genética, nos mostra que o mito, dos mais resistentes, da relação linear entre inteligencia e racionalidade, é provável de não ser palatável para o mundo real. Mas talvez, poderia ser de bom tom, se pudéssemos regredir ao conceito científico e mais holístico de inteligencia, para que possamos julgar a incapacidade atroz destas pessoas de entenderem o mundo real.

 

A partir de “Mainstream Science on Intelligence” (1994), uma declaração editorial por cinqüenta e dois pesquisadores:
A capacidade mental muito geral que, entre outras coisas, envolve a capacidade de raciocinar, planejar, resolver problemas, pensar abstratamente, compreender idéias complexas, aprender rapidamente e aprender com a experiência. Não se trata apenas de aprendizagem livro, uma habilidade acadêmica restrita, ou de fazer o teste smarts. Em vez disso, ele reflete uma capacidade mais ampla e profunda de compreender nossa arredores- “pegando”, “fazer sentido” das coisas, ou “descobrir” o que fazer.

 

A partir de “Inteligência: Conhecidos e Desconhecidos” (1995), um relatório publicado pelo Conselho de Assuntos Científicos da Associação Americana de Psicologia:
Os indivíduos diferem um do outro em sua capacidade de compreender idéias complexas, para se adaptar de forma eficaz para o meio ambiente, para aprender com a experiência, para se envolver em várias formas de raciocínio, para superar os obstáculos por preocupar-se. Embora essas diferenças individuais podem ser substanciais, eles nunca são inteiramente consistentes: o desempenho intelectual de uma determinada pessoa irá variar em diferentes ocasiões, em diferentes domínios, como avaliado por critérios diferentes. Os conceitos de “inteligência” são tentativas de esclarecer e organizar este conjunto complexo de fenômenos. Embora considerável clareza foi alcançada em algumas áreas, há tal conceituação ainda respondeu a todas as questões importantes, e nenhum comandos assentimento universal. De fato, quando duas dúzias de teóricos proeminentes foi convidado recentemente para definir inteligência, eles deram duas dúzias, um pouco diferente, as definições.

Tem um vocabulário avançado*** Sabe fazer contas matemáticas complexas*** Vai bem em testes cognitivos***

Mas não entende o que se passa ao seu redor *** E não quer entender******

Desculpe, mas voce não é tão inteligente assim como pensa. (claro, aqueles que leem este blogue não devem se sentir ofendidos, porque não foi dirigido a voces)

 

Eu já usei bastante esta metáfora e vou usá-la em um próximo texto para falar sobre as múltiplas inteligencias de brancos europeus e judeus. Mas é sempre bom usá-la. A vespa ‘entende perfeitamente’ como a aranha funciona, claro, provida de um mínimo de autoconsciencia, na base do instinto. A vespa parasita da Costa Rica tem mesmo a capacidade de atacar a aranha e transformá-la em uma escrava. O ser humano, é claro, aquele provido desta capacidade, pode fazer o mesmo, sem a necessidade de se relacionar apenas com o seu instinto.

A vespa não produz nada, não pode fazer uma linda teia como a de cima, mas pode infectar a aranha com o seu veneno e transformá-la em um zumbi. Perceberam que nem a vespa é totalmente superior a aranha, porque depende dela, nem a aranha é totalmente inferior a vespa, porque não depende da vespa para viver.

Talvez, os esquerdistas sejam mais como a aranha, ou talvez nem isso, apesar do vocabulário mais rebuscado (que ri daqueles que pedem o impitimam, de santos que são), de uma maior capacidade para pensar de maneira abstrata, diga-se, uma parte, talvez bem minoritária deles, eles simplesmente não se conformam com a realidade ou são tão confusos que não a entendem. A natureza os despreza. Simples assim.

Portanto, para princípio de conversa, objetiva e coerente, temos de tirar da cabeça desta imagem linear de distribuição do intelecto humano, representada pela curva de sino e começar a perceber que a Terra não tem uma superfície lisa e não é plana, e da mesma maneira, a complexidade cognitiva humana, que de longe parece fácil de entender, é mais diversa, rica e entendível quando vista de perto ou por meio de um microscópio metafórico.

Se não entende a realidade, então é um inútil que só problemas causará e a realidade é taoista, complexa e simples de se perceber.

 

 

Anúncios

Tags:, , , ,

About santoculto

Email ataudecinzento@gmail.com

4 responses to “‘Qi’, ”inteligencia” e mundo real”

  1. Alex M. Santos says :

    Se você analisar a fundo a essência da ideologia esquerdista, assim como de outras, vai perceber que não passam de sistemas projetados para o controle social. A esquerda marxista é um engodo que seduz pela falácia de “única e grande salvadora do mundo”. Pensei muito a respeito do que leva pessoas inteligentes a aderir a este movimento e cheguei a conclusão de que são levados pela paixão. Assim como uma pessoa inteligente pode ser muito fanática por futebol. A paixão por uma pessoa, ideia ou causa cega as pessoas para a realidade factual levando-as a defender coisas absurdas.

    • santoculto says :

      A paixão é uma faca de dois gumes. Depende da sabedoria de cada um para canalizar de maneira proveitosa. Quase tudo aquilo que a esquerda diz ao menos em relação aos direitos humanos, está correto em sua superfície. O problema principal se encontra em sua interpretação. Eu já não acredito nesta sua hipótese, não para explicar toda a imagem. Talvez seja verdade para muitos casos mas existirá uma série diversificada de razões e na minha opinião a principal delas será a idade mental ou caráter de cada um.

  2. Alex M. Santos says :

    Uma dica que eu eu lhe proponho a respeito: Pesquise no Google sobre “vieses cognitivos”, você vai encontrar uma lista enorme de falhas de pensamento que afetam nosso julgamento sobre a realidade.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

De:RefémdoDrDeus Para:Deprimente mundo Assunto:Denúncia de maus-tratos a pensadores

...e Deus criou a Ângela,desapontado com a nossa Eva.Apresento-vos o meu "disco rígido" ...

renanbarreto88

Just another WordPress.com site

Castro456's Blog

O medo do nada

Delusions of Adequacy

And You Thought You Might Have Had Delusions of Grandeur

PARTO DE IDÉIAS

"Sábio é aquele que conhece os limites da própria ignorância." Sócrates.

Pshelinha

Um pouco de mim..

Pensar Novo

"Saber que você precisa mudar não é suficiente. Você precisa ter a coragem de fazer esta mudança." Robert Kyosaki

Mind Hacks

Neuroscience and psychology news and views.

Inside Perspectives

of Asperger Syndrome and the Neurodiversity Spectrum

Agoraphobia Subliminal Hypnosis

Come out of the woods, the dark, come into the light. As a recovered agoraphobic, I've designed these audios over many years in order to help you. Charles K. Bunch, Ph.D.

Antimidia

Textos sem sentido, para leituras sem atenção, direcionados às pessoas sem nada para fazer.

%d blogueiros gostam disto: