A importância de se saber estatística e a regressão à média

 

As feministas querem igualdade salarial entre homens em mulheres. Estão certas quanto a isso mas estão erradas na maneira como estão analisando as estatísticas. As pesquisas mostram que em média, os homens ganham mais do que as mulheres. Vamos interpretar isso direitinho. Existem mais homens ocupando cargos que pagam altos salários do que mulheres. E isso reflete diretamente nas médias salariais de homens e mulheres. O que acontece em um extremo, pode afetar a média. No entanto, quando um homem e uma mulher estão ocupando os mesmos cargos, as diferenças salariais serão 0.

Se as feministas querem maior igualdade, então elas deveriam culpar os homens alfa-sociopatas que ocupam os cargos mais importantes e não o homem de classe média que ganhará o mesmo que ela em um mesmo cargo.

Estatísticas representam o mundo abstrato. Tudo aquilo que não é literal, será abstrato. Aquilo que não existe em um mundo hiperliteral, mas existirá em um mundo hiperreal, porque este se consistirá na unção, tanto da abstração quanto da realidade literal.

A incapacidade para interpretar estatísticas parece se relacionar com fraquezas em relação ao pensamento abstrato, este que se consiste na evolução da complexidade do intelecto humano. A abstração, além de ser uma sofisticação da observação simples, também será uma melhora na capacidade de previsão de cenários futuros. Portanto, quem pode manipular material abstrato, também poderá estimar como poderia continuar a sua evolução. As abstrações são construções de padrões que não existem no mundo natural, mas que fazem sentido, enquanto ordens sistemicas de eventos ou de caracteres.

Para ser capaz de entender e de manipular ”material abstrato”, é necessário ter recursos cognitivos extras, por exemplo, uma boa memória, para que possa compilar uma grande quantidade de informações úteis. Sem isso, serão produzidas falsas analogias. Tal como nossos genes interagem por meio da epistasia, a construção fenotípica, retida de uma série de traços biológicos que em comunhão, funcionarão como uma engrenagem, uma máquina, o pensamento abstrato, sendo ele mesmo um tipo de sistema, também funcionará da mesma maneira.

 

Regressão a média

 

Um dos maiores mistérios do conhecimento hbd pra mim, desde quando comecei a acompanhá-los, foi justamente a da ”regressão a média”. A explicação hbd habitual para este fenomeno é a seguinte

Um casal branco, hipotético, em que ambos pontuem em média 120 de qi, tenderão a ter filhos que regredirão a média do seu grupo étnico. Então, como a média de qi ”dos” ”brancos” é de 100, então ainda que o casal branco ”de” alto qi, tenha filhos com inteligencias quantitativas similares, ao longo das gerações, a inteligencia desta futura genealogia, regredirá para próximo da média de seu respectivo grupo étnico.

O exemplo mais emblemático se dá justamente de um casal de negros ”de” alto qi. Neste caso, a regressão a média da população da qual descende seria provável de acontecer ainda na primeira geração, ou seja, os filhos deste casal hipotético.

Esta idealização estatística, me parece, que está atropelando uma certa complexidade de variáveis. Percebam que, casais não são iguais em suas respectivas heranças poligenicas para maior ou menor inteligencia. Portanto, não dá para sugerir que sempre haverá uma regressão a média. Depende do conjuge que os filhos escolherão para ter filhos, se escolherão alguém para procriação, quando terão os seus filhos, quantos serão…

Um casal de negros inteligentes tem dois filhos, um herdou a inteligencia dos pais, o outro não e portanto, é menos esperto. O menos esperto tem 3 filhos e o mais inteligente não tem filhos. Sim, houve uma regressão a média, mas que não foi causada diretamente por menor hereditariedade do casal para inteligencia. A inteligencia é poligenica e pode se manifestar em distintas formas, portanto, é multiforme. Algumas destas combinações serão mais dominantes do que outras. Pode ser possível que as pessoas negras mais inteligentes tendam a ter uma menor herdabilidade para maior inteligencia e portanto, estarão menos aptas para passar estes genes para seus filhos e faze-los mais inteligentes do que a média. Mas uma menor herdabilidade não é o mesmo que nenhuma herdabilidade. Parece evidente que para um casal de brancos inteligentes, as chances de combinação genética dos dois, para a produção de uma criança inteligente, serão maiores do que em comparação a um casal de negros inteligentes. Por exemplo, o casal hipotético de brancos inteligentes tem 20% de chances de ter uma criança de igual ou de maior intelecto que os pais. Em compensação, um casal hipotético de negros inteligentes terá 10% de chances. Claro, são cenários idealizados onde pode ser completamente possível que o contrário também seja verdadeiro. Algumas famílias represaram mais genes para a inteligencia ou possíveis recombinações destes genes e portanto apresentarão maior herdabilidade, enquanto que outras famílias terão menos destes genes.

Portanto, a ideia de regressão a média precisa de uma sofisticação em relação aos elementos que a produzem.

 

Anúncios

Tags:, , , , ,

About santoculto

Email ataudecinzento@gmail.com

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

De:RefémdoDrDeus Para:Deprimente mundo Assunto:Denúncia de maus-tratos a pensadores

...e Deus criou a Ângela,desapontado com a nossa Eva.Apresento-vos o meu "disco rígido" ...

renanbarreto88

Just another WordPress.com site

Castro456's Blog

O medo do nada

Delusions of Adequacy

And You Thought You Might Have Had Delusions of Grandeur

PARTO DE IDÉIAS

"Sábio é aquele que conhece os limites da própria ignorância." Sócrates.

Pshelinha

Um pouco de mim..

Pensar Novo

"Saber que você precisa mudar não é suficiente. Você precisa ter a coragem de fazer esta mudança." Robert Kyosaki

Mind Hacks

Neuroscience and psychology news and views.

Inside Perspectives

of Asperger Syndrome and the Neurodiversity Spectrum

Agoraphobia Subliminal Hypnosis

Come out of the woods, the dark, come into the light. As a recovered agoraphobic, I've designed these audios over many years in order to help you. Charles K. Bunch, Ph.D.

Antimidia

Textos sem sentido, para leituras sem atenção, direcionados às pessoas sem nada para fazer.

%d blogueiros gostam disto: