As dimensões da inteligência humana (hipótese)

Hierarquia das dimensões da inteligência humana

1– Enxergar (entender a realidade; solucionadores de problemas e sábios) para

2– Interagir  para

3– Adaptar para

4– Produzir (solucionadores de problemas) para

5– Sustentar (mantenedores técnicos)

Em uma sociedade ”utópica”, perfeita, a hierarquia proposta acima sobre as dimensões da inteligência humana, estaria individualmente (geneticamente) presente.

A sabedoria, representada principalmente pela capacidade de enxergar a realidade, encapsula todos os 5 componentes, visto que é hierarquicamente superior à inteligência. A inteligência está contida dentro da sabedoria.

A capacidade para enxergar a realidade deve vir primeiro, antes de usarmos nossos mecanismos complexos de interação, é necessário usarmos nossos sentidos, como a visão, a audição, o olfato e/ou o paladar.

Esta é a primeira análise do ambiente.

Após a observação, a análise, poder-se-á interagir com o ambiente (com pessoas, o relevo, o clima, fenômenos naturais).

A partir da primeira interação, caminhamos para a nossa adaptação.

Quando nos adaptamos ao ambiente, iniciamos nosso processo de produção e sustentação do sistema organizacional coletivo a que estamos submetidos.

Usualmente, as sociedades humanas complexas exibem uma inversão da hierarquia, onde a capacidade de enxergar a realidade encontra-se entre as últimas prioridades e onde os deveres encontram-se nas primeiras posições, onde a população é dividida em sustentadores e criadores, ou basicamente, os mantenedores técnicos e os solucionadores de problemas.

No entanto, a maioria dos solucionadores de problemas que estão a serviço do sistema, são muito menos habilidosos que os solucionadores de problemas genuínos, que exibem grande habilidade de pensamento holístico e portanto, conseguem captar o conceito central (e problemas) das situações e dinâmicas dentro das sociedades humanas com grande eficácia e rapidez.

Os solucionadores de problemas usados pelo sistema, ou são moralmente degenerados, ou são desprovidos de sabedoria, ou são de baixo funcionamento e portanto, são capazes apenas de buscar soluções não-intrusivas para os problemas dos sistemas sociais complexos, isto é, que não buscam modificar radicalmente a essência dos regimes complexos de cooperação hierárquica, ou civilizações.

Os sustentadores ou mantenedores técnicos são os últimos na hierarquia universal da inteligência humana.

No entanto, em ”nossas” sociedades, eles são alçados ao posto de ”mais importantes”.

O sistema educacional serve exatamente para este propósito, não apenas replicar uma cultura de subserviência assim como também selecionar os tipos mais geneticamente predispostos ao comportamento domesticado.

QI

Testes de inteligência, como eu tenho comentado várias vezes aqui, são a idealização da inteligência. Só podemos provar que algo existe ou qual é a forma deste algo, quando o testarmos na prática.

O mundo se divide em objetividade e subjetividade, universalidade e localidade. Ao contrário do que ”alguns” gostam de dizer, existem verdades absolutas, o que realmente não existem são as verdades absolutas eternas.

Aqueles, independente da região, raça, religião ou partido político, que conseguem capturar com maior eficiência e rapidez todas as verdades absolutas mais facilmente reconhecíveis,

O absoluto de hoje, pode ser o inexistente de amanhã.

Os testes de qi são a idealização da inteligência, porque toda idealização parte de um estado de inércia, de um estado em condições perfeitas. Os testes de qi são atravessadores indiretos da inteligência. Qi não é prática, é teoria da inteligência.

O primeiro erro dos testes é a manutenção involuntária das premissas equivocadas da igualdade humana, que todos os meios meritocráticos também são baseados.

A curva de sino em uma distribuição normal de iq nos mostra exatamente a ideia de transcendência coletivo-cognitiva unilateral, onde a neurodiversidade é desprezada e substituída pela ênfase (ismo) em um conjunto idealizado de atributos que pressupõe-se que representarão diretamente o que é inteligência.

Os testes de qi parecem medir especialmente os dois últimos componente da hierarquia das dimensões da inteligência humana que eu propus acima.

Metaforicamente falando, é como se a maioria dos altos qis, as nossas elites cognitivas, fossem inteligentes para se adaptar a uma areia movediça, sem reconhecer que estão em cima dela e que como consequência, serão tragados por ela.

Não há nada de verdadeiramente inteligente, se adaptar a um ambiente que está condenado a se autodestruir, mas a maioria das pessoas que nós classificamos como tal, assim o fazem.

Tags:, , , , ,

Sobre santoculto

Email ataudecinzento@gmail.com

8 Respostas para “As dimensões da inteligência humana (hipótese)”

  1. Davi diz :

    Qual é a melhor idéia para captar as capacidades do indivíduo nessa sociedade utópica?

    • santoculto diz :

      Seria justamente com base na avaliação direta, sem filtros e baseando na inteligência pura e não baseada em ”educação”.

      • Davi diz :

        Mas os métodos, os meios para captar a inteligência pura, por meio da avaliação direta? Qual é? Testes?

        • santoculto diz :

          Sim, os testes de qi são importantes, é necessário mantê-los, mas não como único método.

          Partindo-se da ideia de que as pessoas mais inteligentes buscam por fatos lógicos, racionais e holísticos, isto é, abrangentes, poderíamos usar por este método.

          No entanto, isto seria negar a diversidade mental humana, tal como qi e educação fazem. É importante partir destes dois princípios, a ideia de uma hierarquia de inteligência, onde a sabedoria encapsula todos os atributos cognitivos mas também pela ideia de que existem muitos tipos de inteligência. Enfim, é o mundo das múltiplas perspectivas onde não há a necessidade de que uma teoria, estando ela correta porém incompleta, tenha de ser substituída por outra teoria. Apenas existe a necessidade de usar as duas, como complemento, uma complementa um pedaço do quebra cabeças, a outra complementa outra parte e assim por diante.

  2. Davi diz :

    Que estranho… Tive uma sensação que você iria “por nothing” mesmo…

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

De:RefémdoDrDeus Para:Deprimente mundo Assunto:Denúncia de maus-tratos a pensadores

...e Deus criou a Ângela,desapontado com a nossa Eva.Apresento-vos o meu "disco rígido" ...

Castro456's Blog

O medo do nada

Delusions of Adequacy

And You Thought You Might Have Had Delusions of Grandeur

PARTO DE IDÉIAS

"Sábio é aquele que conhece os limites da própria ignorância." Sócrates.

Pensar Novo

"Saber que você precisa mudar não é suficiente. Você precisa ter a coragem de fazer esta mudança." Robert Kyosaki

Mind Hacks

Neuroscience and psychology news and views.

Inside Perspectives

of Asperger Syndrome and the Neurodiversity Spectrum

Agoraphobia Subliminal Hypnosis

Come out of the woods, the dark, come into the light. As a recovered agoraphobic, I've designed these audios over many years in order to help you. Charles K. Bunch, Ph.D.

Antimidia Blog

Textos sem sentido, para leituras sem atenção, direcionados às pessoas sem nada para fazer.

REBLOGADOR

compartilhamento, humanismo, expressividade, realismo, resistência...

%d blogueiros gostam disto: