Alto e baixo testosterona para perfis cognitivos de elevada inteligência técnica

Toda população apresenta diversidade interna. Toda e qualquer população foi abstratamente construída a partir de critérios parciais a predominantemente ”arbitrários”. É o mundo da hiperrealidade que as pessoas praticam inconscientemente.

Os estudos sobre a correlação entre testosterona, o hormônio sexual predominantemente masculino, e a inteligência (qi), tem encontrado resultados conflitivos entre si. Por um lado, o testosterona é acusado de ser um inibidor da capacidade cognitiva. Por outro lado, tem sido retratado como um fator importante para a superdotação humana.

É necessário entender como este hormônio se distribui ao longo de nossas vidas, especialmente dos homens.

O estudo que relaciona o hormônio testosterona com elevada inteligência técnica ou qi, que eu postei logo acima, não quis indicar que,” os mais ”inteligentes” tem maiores níveis de testosterona’‘. Se chegou a esta conclusão é porque está vendo isso errado. O estudo mostrou que uma exposição maior ao hormônio durante a gravidez, pode ter como resultado a superdotação. É interessante observar que em alguns estudos, aqueles com médias de qi acima de 130, apresentaram menores níveis de testosterona do que aqueles com qi mediano (assim como também os de muito baixo qi).

Não são os níveis do hormônio que aumentam a inteligência, é a exposição a ele durante o período uterino ou seja, de gestação, que provoca alterações na morfologia cerebral. Estas alterações são reconhecidas como marcadores biológicos para a superdotação, onde o hormônio masculino tem o papel de inibir o desenvolvimento ”normal” do hemisfério esquerdo do cérebro, produzindo simetria entre os dois, assim como outras configurações incomuns e potencialmente vantajosas em termos cognitivos.

Entendendo o básico de médias estatísticas para a breve introdução da diversidade interna das populações e a hipótese das ”cordilheiras de sino”

Se é verdade que a casta cognitiva quantitativa de qi > 130 especialmente em relação aos homens, tende a apresentar baixas taxas de testosterona, isso não significa que todos aqueles do sexo masculino ”com” qi maior que 130 (linha termaniana) terá baixo testosterona. É uma média. É evidente que existem vários tipos de médias. Nós temos aquelas que são amplas, aquelas que são de pequena variação e temos um espectro de médias que se localizarão entre os extremos.

Um dos efeitos mais comuns do testosterona é o aumento da capacidade muscular. O estereótipo mais comum dos homens mais inteligentes é justamente a de que possuem corpos não muito atléticos. Uma provável explicação para este fenômeno se dá justamente porque o cérebro, sendo ele também um músculo sedento por energia, equilibra desfavoravelmente contra o potencial de aumento muscular em outras partes do corpo.

No entanto, o hormônio parece influenciar, assim como também os andrógenos, no aparecimento de características sexuais secundárias como pelos pelo corpo, que também se correlaciona com alto qi.

Voltando à minha hipótese da ”cordilheira de sino” (uma nova reconceituação sarcástica da famosa ‘curva de sino’), em uma população onde o critério central de similaridade será as pontuações acima da linha termaniana de qi, ou seja, de 130 +, nós teremos indubitavelmente uma variação de características e variação deseja indicar diversidade. É claro que apesar da diversidade, existirão correlações mais comuns do que outras dentro desta população.

Portanto, apesar da plausibilidade lógica da relação entre baixo testosterona e alta inteligência, não existe apenas um tipo de ”inteligente” e percebam que eu estou desprezando a real diversidade das castas cognitivas humanas pela arbitrariedade do determinismo do qi. No entanto, não houve esta necessidade visto que serviu como complemento para explicar o básico das médias estatísticas.

Em conclusão, o  papel do testosterona na maior inteligência é mais provável que se dê principalmente por meio da supressão do crescimento habitual do lado esquerdo do cérebro, produzindo nova morfologia com maior acesso aos tesouros bem como também aos demônios do lado direito.

Anúncios

Tags:, , ,

About santoculto

Email ataudecinzento@gmail.com

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

De:RefémdoDrDeus Para:Deprimente mundo Assunto:Denúncia de maus-tratos a pensadores

...e Deus criou a Ângela,desapontado com a nossa Eva.Apresento-vos o meu "disco rígido" ...

renanbarreto88

Just another WordPress.com site

Castro456's Blog

O medo do nada

Delusions of Adequacy

And You Thought You Might Have Had Delusions of Grandeur

PARTO DE IDÉIAS

"Sábio é aquele que conhece os limites da própria ignorância." Sócrates.

Pshelinha

Um pouco de mim..

Pensar Novo

"Saber que você precisa mudar não é suficiente. Você precisa ter a coragem de fazer esta mudança." Robert Kyosaki

Mind Hacks

Neuroscience and psychology news and views.

Inside Perspectives

of Asperger Syndrome and the Neurodiversity Spectrum

Agoraphobia Subliminal Hypnosis

Come out of the woods, the dark, come into the light. As a recovered agoraphobic, I've designed these audios over many years in order to help you. Charles K. Bunch, Ph.D.

Antimidia

Textos sem sentido, para leituras sem atenção, direcionados às pessoas sem nada para fazer.

%d blogueiros gostam disto: