O espectro da sexualidade em conluio com a hipótese de Marian Annett para a distribuição da lateralidade humana

Heterossexualidade (variações multi-espectrais de ‘heterossexualidade’), assexualidade, bissexualidade (variações internas), homossexualidade (variações internas), transexualidade.

Marian Annett criou a teoria da distribuição espectral da lateralidade, onde nós temos uma variação de traços relacionados à organização hemisférica do corpo humano, incluindo o cérebro obviamente, dentre eles a lateralidade das mãos.

A partir disso, podemos pensar nas correlações comportamentais, cognitivas e psicológicas da lateralização anômala do cérebro.

Todos os tipos de ”desvios” da norma comportamental e cognitiva parecem ser fundamentados por este fenômeno parcialmente aleatório.

Portanto, a variação natural da sexualidade humana segue os mesmos princípios da lateralidade e na verdade, tenderão a se relacionar fundamentalmente.

No espectro da lateralidade, nós temos tradicionalmente uma minoria de canhotos, provavelmente uma minoria mais numerosa de ambidestros, não necessariamente para a dominância das mãos (mais comum encontrarmos ambidestros que são destros no manuseio das mãos, mas são mesclados para outras partes do corpo que se relacionam com a organização hemisférica de funções.)

O mesmo princípio pode ser aplicado para a variação espectral da sexualidade humana.

A linha espectral acima nos mostra como se dá a distribuição da lateralidade humana. Percebam que a lateralidade não tem como extremos o canhotismo ou o destrismo, mas a completa reversão da lateralidade tradicional do corpo. O canhotismo e o destrismo extremos podem ser vistos como os verdadeiros extremos dos espectros.

O mesmo acontece para a sexualidade, onde será a transexualidade e não a homossexualidade que equivalerá à completa reversão da organização hemisférica do corpo para a lateralidade. Portanto, o extremo da heterossexualidade é a transexualidade, onde nós temos a completa reversão dos valores neurologicamente culturais, concebidos pela organização cerebral.

Todos os seres humanos podem ter um filho canhoto visto que a lateralidade é um conjunto de traços universal. Na verdade, a grande maioria de nossos traços são de natureza universal, isto é, encontram-se presentes em todas as populações humanas e em todos os indivíduos.

Traços são universais, fenótipos tendem a ser mais localizados.

No entanto, é evidente que um casal de canhotos terão maiores chances de ter um filho com este tipo de lateralização do que um casal de destros.

A gênesis de uma população pode ser exemplificada por esta árvore genealógica acima, onde nós temos a raiz como a sua fundação e as ramificações como o processo de diversificação para adaptação.

Interessante notar que a raiz e o tronco nos mostram que os traços herdados por esta população (e qualquer outra população) são universais. No entanto, as suas combinações ou fenótipos, serão menos comuns porque serão mais regionalmente especializados, para adaptação.

A sexualidade é um traço universal da espécie humana. Concomitantemente, a sua variação também será.

As ganhadoras de Nobel e seus rostos masculinizados também são igualmente doentes assim como transexuais e homossexuais?? 😉 Temos de providenciar uma vacina!!!!

A conveniência é a alma da adaptação e o caminho mais natural para toda forma de maldade.

O autismo também não está segregado a portadores e parentes dos portadores, mas se estende para até um terço da população ”neurotípica”, por meio da presença de traços autistas como obsessão intelectual, dificuldades de relacionamento normativos.

Se nossos traços tem uma origem em comum, então qualquer similaridade de manifestação fenotípica, terão sub-origens em comum, que são originárias do ponto primordial de fundação de uma população.

Anúncios

Tags:, , , ,

About santoculto

Email ataudecinzento@gmail.com

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

De:RefémdoDrDeus Para:Deprimente mundo Assunto:Denúncia de maus-tratos a pensadores

...e Deus criou a Ângela,desapontado com a nossa Eva.Apresento-vos o meu "disco rígido" ...

renanbarreto88

Just another WordPress.com site

Castro456's Blog

O medo do nada

Delusions of Adequacy

And You Thought You Might Have Had Delusions of Grandeur

PARTO DE IDÉIAS

"Sábio é aquele que conhece os limites da própria ignorância." Sócrates.

Pshelinha

Um pouco de mim..

Pensar Novo

"Saber que você precisa mudar não é suficiente. Você precisa ter a coragem de fazer esta mudança." Robert Kyosaki

Mind Hacks

Neuroscience and psychology news and views.

Inside Perspectives

of Asperger Syndrome and the Neurodiversity Spectrum

Agoraphobia Subliminal Hypnosis

Come out of the woods, the dark, come into the light. As a recovered agoraphobic, I've designed these audios over many years in order to help you. Charles K. Bunch, Ph.D.

Antimidia

Textos sem sentido, para leituras sem atenção, direcionados às pessoas sem nada para fazer.

%d blogueiros gostam disto: