Ashkenazim são tdah de alto funcionamento

O criador de ”O Fantástico Mundo de Bob” é judeu e tdah

Há um tempo atrás, uma breve hipótese foi alçada dentro do ramo da psiquiatria bem como da psicologia evolutiva. A ideia de que a população ashkenazim, ou seja, dos judeus de origem europeia (na verdade, eles seriam metade europeus e metade médio-orientais) teriam uma maior incidência de autismo. Alguns foram mais longe ao sugerir que a síndrome de asperger, um dos fenótipos de alto funcionamento do autismo, seriam parte integral da etiologia bio-cognitiva desta população.

Mas não faz muito sentido pensar nos alegres, comunicativos, persuasivos e manipuladores ashkenazim (em média, é claro) como meio aspergers, visto que uma das desvantagens desta condição sindrômica é justamente a dificuldade para socialização (normativa).

Tdah e autismo se relacionam visto que ambos são bioprodutos da lateralização anômala ou neurologicamente (contextualmente) minoritária. Uma população com Tdah pode ter maior proporção de autistas do que uma população neurotípica. A maior incidência de autismo entre os ashkenazim se relaciona primordialmente com sua genética, que produz maiores variações e portanto maiores extremos na capacidade cognitiva, comportamental e psicológica. No entanto, o perfil habitual dos ashkenazim se assemelham muito menos a autistas e muito mais aos Tdah.

E alguns sugerem que autistas e tdah’s são neurologicamente opostos, mediante algumas perspectivas.

A maioria dos autistas são de ateus e de agnósticos. Ateus tendem a pontuar mais alto em traços autistas do que outros grupos religiosos e tendem a pontuar alto em testes de qi.

Fonte: http://iaincarstairs.wordpress.com/2011/11/23/atheism-and-autism/

Segundo este simpático blogue sobre Tdah, a maioria das vantagens desta condição sindrômica, parecem se assemelhar consistentemente com as vantagens dos ashkenazim em sua arte de manipular a percepção das populações gentias e especialmente dos europeus e seus descendentes bem como com relação às características psicológicas deste povo.

São elas:

  1. Empatia (simpatia, cabe melhor aos ashkenazim, em média é claro, do que a empatia genuína, ainda que eu possa estar sendo muito reducionista)

Pessoas com TDAH costumam ter muita facilidade para se relacionar com estranhos, bem como para identificar e aceitar outros pontos de vista. É verdade que as crianças e adolescentes hiperativos tendem a sobrecarregar os seus amigos tentando tesouro, mas isso é apenas uma amostra da nobreza destes. Basta participar de um programa de habilidades sociais concebido por um especialista em TDAH, como um psicólogo, qualquer hiperativo pode aprender a tirar proveito da empatia que naturalmente possui para melhorar as relações sociais.

1 Inteligência

Podemos dizer, sem qualquer risco de erro, que a sagacidade e TDAH andam juntos. Na verdade, há uma lista interminável de pintores, designers, escultores, cineastas, escritores, músicos e comediantes que são hiperativos. Isso porque, para ser criativo, você tem que ser capaz de enfrentar a realidade, algo que é muito fácil para uma pessoa que sempre vai “contra o sistema” e pensar de forma divergente por natureza. Desta forma, de modo que quando se vai para a escola envolve uma preocupação para os pais e professores, podem ser vantajosamente aplicado à resolução de problemas na vida adulta.

2 Entusiasmo

Quando uma pessoa com TDAH enfrenta uma tarefa como ele sempre faz com paixão absoluta e compromisso. Isso faz, de pessoas hiperativas líderes que são capazes de sopro de energia para outro nascidos. É verdade que manter esta energia é o que lhes custa e geralmente não duram tempo suficiente para terminar o que começam. No entanto, se parte de uma equipe de habilidades e estilos diferentes de trabalho, o hiperativo pode se tornar o motor do grupo.

3 Capacidade de resolver problemas

Como mencionado acima, as pessoas com TDAH têm habilidades especiais para explicar enigmas e resolver problemas.Assume-se que alguns inventores, como Thomas Edison, tiveram TDAH. Isso tem muito a ver com a maneira criativa para lidar com qualquer dilema, mas também com paixão, quase obsessiva, com pessoas hiperativas decidir para enfrentar qualquer desafio que face.

4 Hiperfoco

O Hiperfoco é um fenômeno experimentado por muitos TDAH caracteriza-se em que a pessoa é capaz de abstrair absolutamente na realização de uma tarefa ou dar toda a atenção seletivamente a um detalhe especial. Essa capacidade faz com que quando uma pessoa hiperativa se concentra em algo que você está apaixonada é capaz de propor algo tão perfeccionista e detalhe, alcançar realizações excepcionais.

5 Senso de humor

ADHD Quase todos gostam de rir, e muitas delas têm a capacidade de fazer os outros rir também. Se não, pergunte a ele qualquer professor primário ou secundário que é “meio engraçado”, e na maioria das vezes o professor vai apontar para o aluno hiperativo. Mais uma vez, esta característica pode ser explorada pela pessoa TDAH, como o famoso ator Robin Williams fez.

6 Espírito de luta.

Desde pequenas, as crianças hiperativas parece ter tudo contra. Muitos professores do geralmente rotulado rude ou revolucionário, os pais não podem satisfazer as suas “ideias” de forma positiva e muitas vezes experimentam muitas decepções por seus pares ou companheiros. No entanto, estas crianças facilmente se sobrepõem e não cessam em seus esforços para tentar “encaixar”. Este espírito de luta faz com que se tornem adultos que não serão intimidados pelas barreiras e desafios de endereços de forma proativa.

8 Intuição

TDAH tem um senso de percepção rápida que os faz reagir automaticamente a mudanças repentinas. Isso os torna pessoas muito susceptíveis, mas também oferece a capacidade de sentir se uma pessoa ou situação mudou antes que outras pessoas percebem e se preparar para essas mudanças com sucesso.

9 Criatividade.

A usina falado acima, está relacionada à criatividade e à velocidade com que uma pessoa hiperativa tem ideias. Se você precisa de alguém com ideias, é melhor chamar um hiper inteligente. Talvez noventa por cento das ideias malucas que não têm nenhuma contribuição útil, mas talvez nos restantes dez por cento são tesouros.

10 Excesso de energia.

Enquanto para a maioria das pessoas da rotina semanal é desgastante, o perdão com ADHD levar melhor se apressar e demandas de estilo de vida do século de carreira. Na verdade, a pior coisa que se pode pedir a um hiperativo é ficar parado. Além disso, muitos hiperativo pequena experiência hyperkinesis geralmente suavizadas com a prática constante de exercícios físicos, o que faz com que as pessoas com TDAH manter um estilo de vida saudável e ter uma maior reserva de energia do que os neurotípicos.

Fonte: http://namentedealine.blogspot.com.br/2013/10/dez-beneficios-por-ser-tdah-post-do.html

Eu já falei que Tdah parece ser uma forma de neotenia, visto que os cérebros ”dos portadores” amadurecem mais lentamente do que os cérebros das pessoas ”não-portadoras”.

Os genes que produzem o fenótipo Tdah foram responsáveis em conluio com outros fenótipos, no processo de povoamento dos continentes pela espécie humana como sugeriram alguns cientistas.

Tdah se relaciona com abertura para sensações que se por sua vez se relaciona com alto qi e com as ”hiperexcitabilidades” de Dabrowski em superdotados.

Tdah se relaciona com dislexia e é relativamente comum termos pessoas que apresentam os dois fenótipos combinados.

Ao contrário do que as mentes muquiranas, embebecidas pelo próprio umbigo, costumam dizer sobre as duas condições, existem vantagens muito incomuns e pouco acessadas pela sociedade, isto quer dizer que um Tdah (ou uma mulher Tdah), ou será muito bem sucedido financeira e socialmente ou tenderá a ser o tipo de criativo mal sucedido.

Algumas vantagens comportamentais e psicológicas, se assemelham com as vantagens da Tdah

Eles podem utilizar a capacidade do cérebro para alterar e criar percepções (a habilidade primária).
     Eles são altamente consciente do ambiente.
     Eles são mais curioso do que a média.
     Pensam principalmente em imagens em vez de palavras.
     Eles são altamente intuitivo e perspicaz.
     Eles pensam e percebem multidimensional (usando todos os sentidos).
     Eles podem experimentar o pensamento como realidade.
     Eles têm uma imaginação vívida.

Fonte http://www.dyslexia.com/library/gift-chapter-one.htm

Esta capacidade de percepção aguda do ambiente parece se relacionar com a destreza adaptativa dos ashkenazim que é vinculada à sua agilidade mental.

Tdah parece se relacionar com maior quantidade de conflitos ou de competição dentro das sociedades humanas. A energia transbordando dos tdah e suas adaptações de melhor funcionamento podem nos ajudar a explicar como se dá o próprio mecanismo de competição dentro e entre as populações humanas.

Se em um estudo foi encontrado que a maior proporção de canhotos se relaciona com maior violência (provavelmente maior competição bem como maior proporção de psicopatas e tipos dentro do espectro da personalidade anti-social).

Onde tem Tdah, terá maior proporção de neurodiversos em geral. Tipos ”autistas” e ”tdah” produzem a criatividade ashkenazim enquanto que os sociopatas se apoderam do poder das nações. Será?? Tal como esta hipótese?

Bem dizem (e estamos percebendo claramente) que os ashkenazim são como camaleões.

Anúncios

Tags:, , ,

About santoculto

Email ataudecinzento@gmail.com

15 responses to “Ashkenazim são tdah de alto funcionamento”

  1. Davi says :

    Interessante essa relação TDAH e Ashkenazim’s. Sobre TDAH eu sei bastante, Ashkenazim’s pouco, vou dar uma “olhada” mais profundamente.

  2. Davi says :

    Eu sei kkk
    one question; a outra comunidade de judeus, que tem um nome de origem espanhola, que agora eu não lembro, apresentam característica parecidas com os ashkenazim? Ou são “completamente” diferentes?

    • santoculto says :

      Então, dizem os experts que são um pouco diferentes. Os sefaraditas ou sefaradim, seriam os judeus da diáspora pós-império romano. Eles se assemelham quanto à consaguinidade ou endogamia, existem muitos nomes famosos de sefaradim. Enquanto que especulam, com certa fiabilidade, que a média de qi dos ashkenazim, seja de 107, os sefaradim teriam média semelhante aos ibéricos, povo que conviveu durante séculos.
      O problema é que os ashkenazim são muito misteriosos. Em termos antropológicos, os sefaradim olham mais tipicamente mediterrâneo, do tipo gracil, enquanto que os ashkenazim são aberrantes e típicos em suas características raciais.

  3. Davi says :

    Por falar em animés, eu percebi algo muito intrigante em um anima chamado Naruto(acho que já ouviu falar), e uma relação com a “realidade” ashkenazim. Na história tem um clã chamado Uchiha e a sua característica principal são jutsus oculares, e quando mais ódio, mais stress eles passam, mais seus olhos ficam poderosos e despertando habilidades ocultas. Seu clã descende de um líder canhoto com o poder ocular no máximo…
    Alguma semelhança, meu santo? 😉

    • santoculto says :

      Eu não sabia que o líder do clã Uchiha fosse canhoto, taí,kkkkkk.

      Semelhança, apenas ”anedótica”.
      Mas é interessante como a grande maioria, inclusive muitos Hbds, acreditam que a elite socialista fabiana realmente não sabe o que está fazendo ou não sabe nada sobre biologia humana.

      Atualmente, está passando uma série, em uma emissora obscura, cujo nome eu não vou dizer, mas que tem uma enorme influência no pensamento do população brasileira. Nesta série, que fala sobre psicopatia, o personagem principal usa o relógio no pulso direito.

      Na última novela, o fracasso de audiência, daquele autor que adora ambientar suas tramas em um determinado bairro de uma determinada cidade, a personagem lésbica usa o relógio também no pulso direito.

      Apenas coincidências???

      • Davi says :

        Acho que não são lá coincidências não kkkk

        usar relógio no pulso direito, quem mais usam são canhotos.

        E sabemos que uma porcentagem alta de psicopatas europeus e americanos, foram canhotos. E isso se relaciona diretamente com psicopatologias.

        E mulheres canhotas tendem a ser masculinizadas…

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

De:RefémdoDrDeus Para:Deprimente mundo Assunto:Denúncia de maus-tratos a pensadores

...e Deus criou a Ângela,desapontado com a nossa Eva.Apresento-vos o meu "disco rígido" ...

renanbarreto88

Just another WordPress.com site

Castro456's Blog

O medo do nada

Delusions of Adequacy

And You Thought You Might Have Had Delusions of Grandeur

PARTO DE IDÉIAS

"Sábio é aquele que conhece os limites da própria ignorância." Sócrates.

Pshelinha

Um pouco de mim..

Pensar Novo

"Saber que você precisa mudar não é suficiente. Você precisa ter a coragem de fazer esta mudança." Robert Kyosaki

Mind Hacks

Neuroscience and psychology news and views.

Inside Perspectives

of Asperger Syndrome and the Neurodiversity Spectrum

Agoraphobia Subliminal Hypnosis

Come out of the woods, the dark, come into the light. As a recovered agoraphobic, I've designed these audios over many years in order to help you. Charles K. Bunch, Ph.D.

Antimidia

Textos sem sentido, para leituras sem atenção, direcionados às pessoas sem nada para fazer.

%d blogueiros gostam disto: