Inteligência, verdade e moralidade objetiva e o ultimato dos ”testes de inteligência”

 

A inteligência real é a  capacidade de ver a realidade, de encontrar padrões harmônicos e desarmônicos em sua raiz, em outras palavras, é a capacidade de encontrar a imagem maior, sem a necessidade de ”educação” ou qualquer outra doutrinação ou adestramento.

A inteligência real é um substantivo para sabedoria. É a negação da suposta imperfeição humana. Mas também é a consciência sobre os defeitos e a busca pela mitigação ou até a neutralização total deles, em prol de uma convivência harmônica e enriquecedora.

A verdade é a própria realidade e se divide em dois tipos, a verdade dos humanos, que eu chamo de verdade subjetiva, e a verdade objetiva, que é a verdade universal, aquilo que está irrevogavelmente certo ou errado.

A verdade é a teoria da moralidade. A moralidade é a prática da verdade, subjetiva ou objetiva.

Como se prova uma teoria de acordo com o método científico?????????????????????

Na prática. 😉

Os testes de inteligência são uma simulação da manifestação fenotípica e genotípica da inteligência humana.

Nossas sociedades estão baseadas em estruturas supostamente meritocráticas em que filtros de avaliação, eliminam a neurodiversidade em prol de uma unicidade cognitiva, onde somente alguns tipos conseguem cumprir com todos os requisitos, por isso que toda a sociedade moderna caminha para a desigualdade social.

Em outras palavras, o sistema educacional funciona exatamente como a seleção natural, onde as demandas contextuais (e portanto, temporais) limitam a quantidade de fenótipos cognitivos a serem selecionados. Isto obviamente cria desigualdade, que se baseia em uma aberração da  hierarquia natural.

Portanto, a melhor maneira de medir o intelecto de uma pessoa será por meio de sua interação para com o seu ambiente, se este é o verdadeiro fator g da inteligência, mediante sua natureza universal, que explica o próprio ato de existir.

Aquele que emular melhor o universo ou que encontrar meios secundários ou indiretos para isso, estará comprovando a sua grandeza cognitiva, visto que o universo ou os universos, se consistem na incansável busca pela perfeição. E busca remete à vontade.

Não somos robôs, robôs não são inteligentes porque conseguem memorizar uma grande quantidade de informações, da mesma maneira que portadores da síndrome de savant não são idealmente inteligentes visto que a demonstração de intensa habilidade em algumas funções, não requer a vontade intrínseca, mas apenas a manifestação da morfologia extremamente desequilibrada de seus cérebros, é como se eles não tivessem escolha… A maioria de nós também não tem, é por isso que eu acredito que exista uma terceira persona ou personalidade, que nos liga ao universo, visto que esta personalidade ao invés de agir inconscientemente, age de maneira plenamente consciente e as pessoas extremamente inteligentes costumam concentrar suas existências, por meio do uso do ”terceiro olho” ou ”terceira personalidade”, a persona universal. É sua voz interior, é o seu ‘Deus’ que está conversando com você, atravessando nossas ações do cotidiano, nos questionando o porquê…

Mais uma vez, a real inteligência humana precisa da autoconsciência para entender plenamente o meio em que se vive e se interage.

 

 

 

 

Anúncios

About santoculto

Email ataudecinzento@gmail.com

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

De:RefémdoDrDeus Para:Deprimente mundo Assunto:Denúncia de maus-tratos a pensadores

...e Deus criou a Ângela,desapontado com a nossa Eva.Apresento-vos o meu "disco rígido" ...

renanbarreto88

Just another WordPress.com site

Castro456's Blog

O medo do nada

Delusions of Adequacy

And You Thought You Might Have Had Delusions of Grandeur

PARTO DE IDÉIAS

"Sábio é aquele que conhece os limites da própria ignorância." Sócrates.

Pshelinha

Um pouco de mim..

Pensar Novo

"Saber que você precisa mudar não é suficiente. Você precisa ter a coragem de fazer esta mudança." Robert Kyosaki

Mind Hacks

Neuroscience and psychology news and views.

Inside Perspectives

of Asperger Syndrome and the Neurodiversity Spectrum

Agoraphobia Subliminal Hypnosis

Come out of the woods, the dark, come into the light. As a recovered agoraphobic, I've designed these audios over many years in order to help you. Charles K. Bunch, Ph.D.

Antimidia

Textos sem sentido, para leituras sem atenção, direcionados às pessoas sem nada para fazer.

%d blogueiros gostam disto: