Hbd e decepção

 

”Matemáticos” versus ”Humanistas”

 

Na faculdade existe uma guerra fria entre a ”Humanidades” e as faculdades de ”Ciências exatas”. Basicamente, ”elas” não se gostam e algumas vezes acontecem  atritos. Mas no geral, o termo ”guerra fria”, é bem apropriado, visto que são raros os eventos de ataques físicos a psicológicos, entre duas das principais divisões laborais do ensino superior.

Deve haver uma razão biológica para esta antipatia quase que natural entre os socialistas das ”humanidades” e os capitalistas (geralmente) das ”exatas”.

Os matemáticos tendem a ter algumas semelhanças com a mente típica de um conservador, visto que suas ideias e pensamentos caminharão para ver o mundo de acordo com uma perspectiva binária, ou seja, onde o reducionismo racional será o princípio fundamental de seus modos de vida. A maneira como nós pensamos, não nos influencia apenas em relação aos nossos desempenhos acadêmicos, escolares ou qualquer outro tipo similar. Desde quando acordamos, até quando vamos dormir, existe aí uma frequência mais ou menos igual, como o quebrar das ondas nas pedras de uma praia de areia negra do mediterrâneo, de atitudes, ações e reações. 

Eu já comentei sobre o estilo errante da mente criativa, que está sempre em busca da transgressão, da revolução. Enquanto que conservadores e cientistas tem mais coisas em comum do que canta a nossa vã filosofia, os esquerdistas, liberais ou vermelhinhos são quase que como espécies neurológicas distintas. É a complexidade que domina as interações cotidianas deste tipo e como não haveria de ser, isto reverbera em todo o resto, por exemplo, em como imaginam o mundo, a famosa realidade alternativa, baseada na matrix que a aglomeração de pessoas parecidas tende a produzir. Vejam o famoso filme ”A onda”, para perceber exatamente aquilo que estou tentando lhes dizer.

 

Eu sempre tive uma inclinação para as ciências humanas do que para ciências exatas, basicamente porque meu cérebro é menos masculino do que a média. A porcentagem de mulheres nas humanidades é consideravelmente maior do que nas exatas. Aí, partimos rapidamente para a teoria do cérebro hiper-masculino dos autistas, que são em sua maioria compostos por homens. E não é nem um pouco incomum encontrarmos pessoas nesta condição com grande inteligência ”técnica” e matemática.

No entanto, eu também tenho um bocado da hiperracionalidade. O meu cérebro parece ser mais balanceado do que os outros e deve ser por isso que eu estou predisposto a ver e a me engajar na propagação de minha cultura neurológica pessoal, que é holística mas ao mesmo tempo determinista e reducionista.

 

Intelectual x técnico

 

O intelectualismo de alto nível necessita de uma capacidade de pensamento holístico, que possa capturar o máximo possível de informações dentro do ambiente, para a construção de conceitos e tópicos. 

Em compensação, o tecnólogo necessita de buscar detalhes primeiramente para que se possa construir o conceito e os tópicos, parte-se de uma pedra de tijolo, até à construção de uma casa, metaforicamente falando. 

Apesar da aparência, ao menos eu tive esta impressão de mim mesmo, eu não desprezo em hipótese alguma o trabalho técnico, mas eu desprezo sem sombra de dúvidas quando se tenta substituir a capacidade holística por um trabalho técnico. É basicamente como o ditado ”colocar a carroça na frente dos bois”. 

A necessidade dos detalhes antes da imagem maior é importante, especialmente para a construção de casas, carros, enfim, todo e qualquer material utilizável e regido por regras matemáticas, necessita deste tipo de pensamento para que possa ser construído.

No entanto, para que haja evolução, melhoramento e também a qualidade do trabalho, é de grande importância que tenhamos os pensadores holísticos ou solucionadores de problemas, porque suas capacidades funcionam perfeitamente como um complemento do trabalho técnico.

No mundo moderno pelo menos, vivenciamos a competição, especialmente no mundo ocidental. 

O que que a comunidade HBD tem a ver com tudo isso** Vocês devem estar se perguntando…

A comunidade ou movimento HBD, é claramente conservador(a) e boa parte dos seus pressupostos estão obviamente baseados nos pressupostos de mesma natureza sócio-política. Temos aí a naturalização da hierarquia social, o reducionismo científico e a crença, igualmente abstrata e complicada, na capacidade matemática em nos mostrar a realidade, como ela realmente é.

Alguns dos tópicos mais importantes da comunidade HBD que eu vou me concentrar por agora, são eles:

– determinismo e conceitualização da inteligência como ”qi”

– determinismo biológico

– determinismo matemático

– bio-conservadorismo

O determinismo e conceitualização da inteligência como ”qi” é um dos pontos mais quentes e discutíveis da comunidade HBD. Como eu tenho mostrado aqui e lá, diversas vezes, os testes de qi não são extremamente perfeitos para medir a inteligência humana. Ainda que, eu concorde plenamente que ”é o melhor que temos por agora”, ainda está longe de medir com perfeição a inteligência humana basicamente porque a matemática tende a ser exata e ao ser exata, ela tende a ser reducionista. E entre uma linha e outra, nós temos um mundo separando as duas. Eu não sou contra o reducionismo, eu sou contra a generalização do reducionismo científico. Existe uma sanha por parte de tipos matemáticos, em endireitar a realidade, de uma maneira rígida, hierárquica e arbitrária. 

Os testes de qi medem atributos idealizados que se relacionam com inteligência e suas correlações, indicam apenas parte dos atributos. A partir do momento em que vivemos em sociedades com inúmeros nichos laborais com diferentes especializações, observa-se que a inteligência não apresenta apenas uma curva de sino. É complicado estabelecer esta complexidade estatística, mas evitá-la não será a melhor resposta.

É incrível como muitas das ”descobertas” das ciências recentemente, na verdade, são apenas comprovações tardias da percepção popular, leia-se, do senso comum. 

O movimento HBD não apenas se engaja na matematização estatística da inteligência e de tudo aquilo que se correlaciona, mas também reduz a mesma apenas a qi. Eu não acredito que os testes de qi não meçam nada, medem sim, mas deve-se ”matematizar” a maneira como escrevemos os achados dentro da psicologia. 

Eu penso, se a inteligência é um conjunto de fenótipos tão complexos ”e” geneticamente polimórficos quanto a personalidade , então não é possível usar apenas o qi para sua medição, visto que encontraremos muitos tipos diferentes de capacidade, em uma mesma subcategoria. 

A conceitualização da inteligência como qi é o agravamento da ”síndrome de Terman”, em que vemos a substituição do próprio conceito, anteriormente holístico, da inteligência humana, pelo conceito e atribuições dos testes de qi.

 

Determinismo biológico

 

O determinismo biológico é outra corrente de pensamento que permeia a colmeia científica da comunidade HBD. Nele, encontramos a completa negação de importância em relação aos fatores ambientais, onde TUDO PASSA A TER UMA EXPLICAÇÃO BIOLÓGICA HIERARQUICAMENTE CAUSAL. Atualmente por exemplo, fala-se que a causa da depressão, que antes era ponderadamente entendida como multifatorial,  passa a ser possivelmente entendida como ”anomalia do arranjo gastrointestinal”. Ou seja, despreza-se sumariamente todos os fatores ambientais, os desencadeadores da manifestação fenotípica do comportamento mórbido por uma explicação biológica. 

A ansiedade é provocada por anomalia genética e não, TAMBÉM por situações desencadeadoras do cotidiano. Esta maneira xiita de ver o o mundo não é muito diferente do extremismo da ”blank slate”, o ser humano como o papel em branco, que a comunidade HBD tem apontado como ortodoxia dogmática. O determinismo biológico é a ortodoxia dogmática dos conservadores, uma maneira parcial de ver o mundo.

 

Determinismo matemático

 

A matemática é grande aliada dos cientistas da comunidade HBD para comprovar seus achados. De fato, é importante termos a exatidão dos cálculos como suporte, mas não de toda a possibilidade interpretativa do trabalho. O determinismo matemática é a comprovação da teoria determinista, que se baseia na construção de padrões muito rígidos e parciais da realidade. Como eu sugeri a ”anos-luz” neste blog, em um dos meus primeiros textos, é importante aceitarmos a complexidade, porque ao fazermos isto, estaremos aceitando a realidade. Eu sugeri que como fluidez e rigidez são complementares, então devemos trabalhar as duas, poderemos entender a ”imagem maior”. O movimento HBD rejeitou completamente a teoria das múltiplas inteligências de Howard Gardner em prol dos testes de qi. Em mentes binárias, não existe a possibilidade de haver uma ”contradição”, visto que ou você escolhe uma teoria ou você escolhe outra teoria. Neste caso, o binarismo mental não é uma particularidade intrínseca apenas dos conservadores, mas de qualquer competidor, onde existe a necessidade de haver um tipo de mentalidade ”nós contra todos” para que possa funcionar. 

Costumeiramente, os matemáticos tendem a tentar provar a realidade por meio de estatísticas e é divertido comprovar que este modo de compreender o mundo possa parecer tão surpreendentemente  latente para este tipo de mente. O cientista comum nega a realidade a partir do momento em que ela não pode ser comprovada cientificamente. 

Os números matemáticos falam mais alto do que a complexidade da realidade, logo, indivíduos e populações são reduzidas a qi, em outras palavras, a complexidade é reduzida para números.

 

Seres humanos estão sendo objetificados, transformados em mercadorias, tal como os produtos das lojas que compramos. 

 

Bio-conservadorismo

 

Se o movimento HBD se demonstra puramente científico, então por que eles tendem a reconsiderar o rigor da ciência e portanto da hiperracionalização para grupos dos quais são antipáticos** O movimento HBD comprou rapidamente a teoria do germe gay e até produziu possíveis intervenções políticas para ”dar aos pais, o direito de escolha da sexualidade dos seus filhos”. Eu vejo o conservadorismo como uma ideologia dos pais, enquanto que o liberalismo é a ideologia dos filhos.

”Eles” até desprezaram o fato de que, mesmo que se comprove a patogênese da homossexualidade, por tabela, se comprovará também a patogênese da própria sexualidade, não apenas dos seres humanos. Nem mesmo por moralidade, mas por racionalidade, deverá ser mostrado que a libido sexual humana, coevoluiu com patógenos… e não apenas a homossexualidade. 

É bem conhecido a grande participação de intelectuais homossexuais na construção do liberalismo e da ideologia esquerdista. Desde antes do surgimento do esquerdismo, os homossexuais já eram categoricamente excluídos e estigmatizados pela sociedade conservadora. 

O bioconservadorismo tenta comprovar que a configuração humana de gêneros é universal. Ou ao menos, eles tem tentado deixar a entender para o seu público que a configuração humana é o padrão, quando sabemos que não é verdade.

 

Múltiplas perspectivas

 

Se eu ler o ”Carta Capital”, eu verei a exposição sofisticada de uma maneira dogmática e parcial de perspectiva do mundo. Em qualquer tipo de ideologia, existe a dualidade. O pensamento binário requer que escolhamos a qual grupo vamos apoiar, qual causa vamos lutar. Aquele que luta pela causa contrária é o inimigo. 

O conservadorismo, como eu disse antes no texto ” o perfil do conservadorpata”, tem o trunfo de ter o modo de vida biológico mais adaptável da espécie humana, por causa das muitas circunstâncias a que nossa espécie tem sido submetida. No entanto, não prova a realidade total e infelizmente, esta se tornou a pretensão do movimento HBD e de crescentes ”think- thanks” dentro da ciência.

O determinismo é estéril sem a complexidade. Nem a complexidade é totalmente inexata, nem o determinismo é totalmente não-holístico.

 

 

 

 

 

 

 

 

Anúncios

About santoculto

Email ataudecinzento@gmail.com

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

De:RefémdoDrDeus Para:Deprimente mundo Assunto:Denúncia de maus-tratos a pensadores

...e Deus criou a Ângela,desapontado com a nossa Eva.Apresento-vos o meu "disco rígido" ...

renanbarreto88

Just another WordPress.com site

Castro456's Blog

O medo do nada

Delusions of Adequacy

And You Thought You Might Have Had Delusions of Grandeur

PARTO DE IDÉIAS

"Sábio é aquele que conhece os limites da própria ignorância." Sócrates.

Pshelinha

Um pouco de mim..

Pensar Novo

"Saber que você precisa mudar não é suficiente. Você precisa ter a coragem de fazer esta mudança." Robert Kyosaki

Mind Hacks

Neuroscience and psychology news and views.

Inside Perspectives

of Asperger Syndrome and the Neurodiversity Spectrum

Agoraphobia Subliminal Hypnosis

Come out of the woods, the dark, come into the light. As a recovered agoraphobic, I've designed these audios over many years in order to help you. Charles K. Bunch, Ph.D.

Antimidia

Textos sem sentido, para leituras sem atenção, direcionados às pessoas sem nada para fazer.

%d blogueiros gostam disto: