Inteligência neotênica e inteligência de predador

Inteligência neotênica

Aqueles que pontuam mais alto em médias de qi, especificamente em qi performance, geralmente serão de médicos, professores universitários, cientistas… O famoso estereótipo do nerd inteligente e ingênuo parece fazer muito sentido aqui. Apesar de sabermos que os nichos ocupacionais que exigem maiores habilidades técnicas, também estarem repletos de outros tipos, é fato comprovado que estes tipos estão em sua maioria em uma categoria psicológico-cognitiva que eu denomino como super normais.

A ingenuidade, a docilidade no trato social (menos os advogados, um caso de nicho ocupacional de alta capacidade que não pertencerá a este grupo), os cérebros maiores e as excepcionais capacidades técnicas, de memorização e replicação do conhecimento estudado, são as características mais comuns que vamos encontrar entre os super normais.

Com a evolução da sociedade humana, este tipo caminhará para se tornar predominante, visto que está extremamente bem adaptado em relação às demandas multifuncionais dos centros urbanos. É uma super adaptação heterozigota contextual, que funciona muito bem no meio urbano.

A Suécia é um exemplo de país onde este tipo predomina e pode ser observado até mesmo pela aparência física e facial deste povo. A adaptação não se refere somente às características psicológicas e cognitivas favoráveis, mas também às características físicas e de atratividade facial ou beleza plástica. Tudo isso aconteceu nos países nórdicos, especialmente na Suécia. A harmonia e beleza plástica dos suecos nativos reverbera em suas características psicológicas e cognitivas.

Este tipo de inteligência eu denomino como ”inteligência neotênica” baseada em super adaptação heterozigota, visto que muitos dos traços dos super normais, serão derivadas de condições extremas como o autismo (cérebros grandes, grande inteligência técnica, neste caso que se encontrará hiper-especializada e ingenuidade, derivada da honestidade).

Os tipos mais normais em uma sociedade geralmente serão como colchas de retalho dos tipos mais extremos, combinações vantajosas dos traços dos tipos que são menos adaptados, justamente por causa de suas naturezas faustianas, extremistas.

Inteligência de predador

 

O predador geralmente poderá ter alto qi e na verdade é esperado que tenha qi acima da média, mas as suas habilidades não se concentrarão na parte técnica, como no caso do inteligente neotênico. As habilidades do predador se encontra em sua capacidade ”primitiva” de entender o seu ambiente e as populações que o cerca. Tal como acontece no reino animal, o predador humano tenderá a ser excepcionalmente habilidoso para entender a dinâmica sistêmica ou de padrão em relação a todos os aspectos do tecido social. É aquele que é capaz de ver a imagem maior (big picture), que é cronicamente o oposto dos super normais, que são especializados em entender os detalhes. Ainda que os detalhes também podem ser identificados por meio de uma perspectiva holística, o conhecimento da dinâmica sistêmica é o que principal talento do predador. O ramo da política bem como de todos os meios de controle da população, que eu chamo de fazendas de controle, serão predominantemente ocupados pelos predadores.

A capacidade para entender padrões se relaciona fundamentalmente com a capacidade de conhecer a mente humana, visto que ela também se consiste em uma confluência constante e dinâmica de padrões. Todos estes traços apresentam-se aberrantes na psicopatia e na sociopatia e estarão extremamente bem adaptados aos proto-sociopatas ou predadores humanos hiper heterozigotos. Gênios e sábios pertencerão a este grupo.

A ideia de adaptação aqui é diferente daquela que descrevi para a inteligência neotênica, visto que não estamos mais falando de equilíbrio de características, que se relaciona com harmonia e portanto com beleza, mas de extremos de capacidade. É bem mais comum a maior variação de extremos em aparência entre os predadores bem como também uma tendência generalizada para a redução da saúde geral, que pode ser observado pela assimetria facial.

Os extremos tanto para beleza plástica como para a falta dela, estarão presentes entre os predadores.

Eu não sei quanto a vocês, mas eu conheço muitos inteligentes neotênicos que são muito bons naquilo que fazem, mas são aberrantemente ingênuos e simplesmente não conseguem entender como realmente funciona o mundo.

Eu já falei aqui que tudo pode ser transformado em um espectro e que não há a necessidade de substituir um espectro por outro, especialmente se eles estão a lidar com diferentes nuances do mesmo assunto. Eles são complementares e não autoexcludentes.

Como resultado, as outras divisões que realizei e que continuarei a realizar, permanecerão ao menos pra mim como válidas. O contexto da inteligência neotênica e a de predador é baseada no espectro maior da civilização e da ”selvageria”.

O neotenicamente inteligente está contextualmente muito bem adaptado à civilização enquanto que o predador está mais adaptado ao mundo da ”selvageria” do que na civilização, ainda que parte deles estejam extremamente bem alocados no mundo civilizado.

O predador tem uma grande vantagem em comparação ao neotênico, especialmente se partirmos da perspectiva metafórica e filosófica de que o primeiro seja uma espécie de fazendeiro enquanto que o segundo possa ser entendido como um animal de alta qualidade.

Nenhum outro povo parece ter mais talento para o domínio dos nichos ocupacionais de dominação social, econômica, cultural e política do que os judeus ashkenazim. E como eu disse acima, a grande incidência de faces assimétricas, é um indicativo de inteligência de predador, porque se relaciona à maior exposição ao testosterona durante o período uterino, bem como também pela maior ativação dos dois lados do cérebro, resultado de um corpo caloso maior. Esta vantagem neurológica, quando bem adaptada, é substancialmente significativa, visto que é ali onde ”vive” a criatividade e a extrema capacidade de adaptação cognitiva. Aquele que pode acessar os dois lados do cérebro, mais do que os outros, , conhece melhor a mente humana, do que aquele que só pode acessar mais um dos lados. E a maioria dos ”gentios” são assim. Além desta vantagem de maior volume de interação cerebral inter-hemisférica, o predador também pode acessar mais o lado direito do cérebro, que se relaciona com habilidades, que a maioria dos neurologicamente incomuns não são capazes de praticar e nem de entender.

 

 

Tags:, , ,

Sobre santoculto

Email ataudecinzento@gmail.com

21 Respostas para “Inteligência neotênica e inteligência de predador”

  1. Sisyphean diz :

    Interessante, portanto, em sua mente de alguém como eu, que é criativo e inteligente, com amplos interesses de imagens grandes, mas muito menos na técnica do que a interpessoal seria uma forma de predador. E isso me faria mais como um judeu mentalmente do que um gentio, apesar do fato de que eu não sou judeu, no mínimo. Tanto quanto eu sei, eu sou descendente de católico polonês, alemão luterano, católico irlandês, e estoque Anglicana Inglês. Honestamente, eu não tenho idéia por que alguém como eu, que é em muitos aspectos repugnantes para a maioria dos outros, mesmo existe. Claro que eu sou engraçado, todos eles me amam por um momento em que eu estou fazendo para eles ou torná-los arte, mas poucos podem manipular-me para mais do que um breve período, estou simplesmente muito estranho. Então eu gastar um tempo significativo a pensar sobre o porquê de eu existir.

    Até agora tenho sido disposto a acreditar que pessoas como eu, eram mais de uma experiência funcional realizada ao longo dos tempos pré-históricos, a pessoa louca que tenta todas as bagas na área, que vagueia longe das terras tribais explorando, por isso, se a fome vem ele sabe onde todos podem ir (mas eles escutam? experiência diz que não.) no entanto a sua interpretação não acrescentar algo à mistura, eu marcar abnomally altamente em maquiavelismo na tríade escuro (mas não especialmente alto nos outros, eu sou realmente super baixa para o narcisismo). Então, se eu sou algum tipo de maluco artista de execução predador … que pode fazer sentido …

    Além disso, mais uma vez … amor a imagem.

    • santoculto diz :

      Sim, enquanto animais, nós seres humanos também estamos distribuídos dentro do espectro ”predador e presa”. A maioria dos seres humanos pertencem ao grupo que mescla características do predador e da presa. Alguém que é intensamente empático e sacrificaria a sua vida por qualquer um, pode ser denominado como uma presa. O psicopata é o predador. Existem vantagens, obviamente, dos dois tipos.

      O título do meu blog é um pouco aquilo que eu sou, ou ao menos, aquilo que eu passo para as pessoas. Uma pessoa artificialmente perfeita demais, que obviamente não existe. No entanto, eu estou tentando atingir à perfeição, sei que é uma tarefa praticamente impossível, mas eu não vou desistir.
      As poucas pessoas que me conhecem, me veem como uma pessoa maravilhosa. Para diferentes pessoas eu me apresento com diferentes aspectos da minha personalidade. O que seria isso, um psicopata*
      Assim como você, eu tenho muitos traços psicopáticos, no entanto, eu não posso me definir nem como um psicopata, nem como um sociopata. Eu não tenho empatia real pelas pessoas. No entanto, eu me esforço consideravelmente para demonstrar empatia para quem eu considero como merecedor. Eu também posso ser ácido para quem não merece.
      O predador é um observador nato, nada lhe escapa aos olhos. Eu sou assim. Também acredito que em uma situação de risco, eu posso deixar de lado a diplomacia e fazer o que for necessário para proteger as pessoas das quais eu gosto. Eu sou capaz de tudo.
      O espectro quer indicar que além dos tipos clássicos de neotênicos e dos predadores, também teremos mesclas dos dois e portanto, serão variáveis as composições.
      Este texto no entanto, procurou analisar mais os possíveis componentes cognitivos e psicológicos destes tipos. Por isso, eu os dividi em neotenicamente inteligentes e predadores. Se tivesse enfatizado os traços psicológicos, eu teria colocado os ”super empáticos”, ao invés dos neotenicamente inteligentes. Mas os dois parecem ser muito mais parecidos, apesar de não serem idênticos.

  2. santoculto diz :

    Sisyphean,
    a maioria dos suecos, de acordo com a minha impressão, apresentariam estas características do neotenicamente inteligente, inclusive a obsessão por regras e regulamentos e também algo que eu deixei passar, a dificuldade para a flexibilidade mental, que se relaciona diretamente como níveis de moralidade, fazem deste povo, um dos mais prováveis de pertencerem à categoria dos ”neotenicamente inteligentes”.
    eu acredito que a maioria dos judeus ashkenazim, por causa de séculos de casamentos consanguíneos e pelo fato de terem selecionado desde o início o mais inteligente, que no passado pré-revolução industrial, significava astúcia ou esperteza, são o quase oposto dos suecos.
    É evidente que dentro das duas populações, nós teremos outros tipos, em minoria. O predador de alto funcionamento é bem mais raro do que os neotenicamente inteligentes. A maioria das populações europeias modernas seriam como os super normais.

  3. santoculto diz :

    ”Até agora tenho sido disposto a acreditar que pessoas como eu, eram mais de uma experiência funcional realizada ao longo dos tempos pré-históricos, a pessoa louca que tenta todas as bagas na área, que vagueia longe das terras tribais explorando, por isso, se a fome vem ele sabe onde todos podem ir (mas eles escutam? experiência diz que não.) no entanto a sua interpretação não acrescentar algo à mistura, eu marcar abnomally altamente em maquiavelismo na tríade escuro (mas não especialmente alto nos outros, eu sou realmente super baixa para o narcisismo). Então, se eu sou algum tipo de maluco artista de execução predador … que pode fazer sentido …”

    Um dos componentes mais importantes da arte é a autoexpressão. Enquanto a maioria das pessoas trabalham pelo país, especialmente onde os super normais são a maioria da população, os artistas trabalham para si próprios. Toda a arte está envolvida em altas doses de narcisismo.

    Você é um tipo interessante visto que geralmente o maquiavelismo se relaciona com o narcisismo, são dois componentes que se ajudam. No entanto, todos os tipos de combinações de tipos de personalidade podem surgir, se estamos falando de aleatoriedade genética.

    Eu acho que o Lombroso acertou em praticamente tudo aquilo que disse. Mas eu discordo somente e especialmente de sua denominação quanto aos traços atávicos, como degenerados.

    Algo, para ser degenerado, precisa antes ter evoluído. A degeneração é a involução.

    Os traços atávicos não são degenerações dos traços comportamentais e de psicognomia, modernos, eles são traços anteriores aos processos seletivos.

    Os suecos são em sua maioria, de pessoas com bela aparência física e facial, o típico tipo ”hallstatt”. Em compensação, os judeus ashkenazim tendem a ser o oposto onde serão muito variáveis os tipos e geralmente, que não sofreram com os processos seletivos de domesticação.

    A ideia de que a evolução só pode se dar por domesticação ou neotenia, me parece errado. A verdade evolução de uma espécie não se dará pela castração do sexo masculino. A verdadeira evolução se dará pelo aprimoramento seletivo dos traços cognitivos, psicológicos e ou físicos. Os caminhos para a evolução de uma espécie serão variados, se a espécie for internamente variável.

  4. Rodolfo diz :

    O quadro que você criou merece algumas pinceladas para deixa-lo mais verossímil:

    Neotenização não aumenta o cérebro. Em geral ela dimuniu. Eu havia postado um outro comentário sobre isso, mas infelizmente não apareceu. Todas as epécies que sofreram neotenização na forma de domesticação tiveram o cérebro diminuido em relação à espécie ancestral imediata. O caso clássico é o lobo e os cães: mesmo que você compara um lobo com um cão maior e mais pesado, o lobo terá um cérebro maior. O mesmo acontece com porcos ferais: para diferencia-los dos javalis puros, uma vez que porcos domesticos cruzados com javalis geram uma descendência de aparência muito próxima à do javali, os biólogos usam uma técnica inusitada: comparam o tamanho do cérebro. O do javali pesa mais.
    A neotenização faz isso, pelo menos a causada via domesticação, faz com que o seu desenvolvimento fique parado na infância, da onde a espécia ancestral continuaria crescendo, inclusive orgãos como o cérebro.
    Se você pesquisar por pessoas que criam lobos, verá que eles dizem ser impossível treina-los a fazer os truques que os cães fazem. Por outro lado, eles são bem mais espertos para resolver puzzles visuais, como se desamarrar e fugir.

    Sobre os judeus, algo extremamente notável sobre eles é não só o desempenho em áreas que exigem inteligência, mas o perfil deles, verbalmente brilhantes e visual-espacialmente medíocres. Parecem ter uma inteligência feita para a civilização, para a vida na cidade. Não parece uma inteligência ancestral, selvagem, que como os lobos, eu imagino que tenderia a áreas visuais.

    • santoculto diz :

      Sim. Eu li recentemente sobre essas diferenças. Acredito que existam vários tipos de neotenia e a domesticação apareceria como um tipo, artificial de neotenia, pelo fato de produzir uma retenção de características infantis. Mas vale ressaltar que a maioria dos animais domesticados não foram eugenizados. A ideia de que a neotenia se manifeste naturalmente merece uma análise mais aprofundada. Teoricamente falando faz sentido, mas na prática ”parecem ser outros quinhentos”. Domesticação mais a prática de eugenia cognitiva que poderá resultar no aumento da inteligência via encefalizaçao. Dizem que os seres humanos seriam como ”filhotes” de primatas. Talvez as variações mais antigas ou menos alteradas como os San do Sul da África mas não todas as populações.
      Sobre os judeus. Sim eu concordo que eles, por causa de sua história cultural evolutiva como mercadores e profissionais citadinos, possam ser considerados de tal maneira, como dissseste. Mas eu não vejo empecilho para que possam ser considerados, em média, da maneira como eu sublinhei, claro, se vc ”acredita” na relativa falta de inocência deles como um grupo tal como a morosa estória de vítimas perpétuas que tentam vender via lavagem cerebral.
      Civilizações humanas são forjadas por meio de mitos ou mentiras, verdades manipuladas, enfim… Nossas relações são subjetivas e somos dragados pela propaganda para aumentar nossas vulnerabilidades em relação à. ilusão ou aparência. Faz sentido!! eu não vejo porquê alguns tipos de predadores não possam ser mais verbalmente inteligentes. Lembre-se que para os seres humanos, os parâmetros não serão exatamente os mesmos que para a natureza.
      Ainda que a domesticação a
      sem neotenia, apareça como uma involução parcial, a possibilidade de se adquirir novos comportamentos, não me parece ser tão ruim assim em comparação às cepas naturais.

    • santoculto diz :

      Vc me deu a ideia para escrever um texto falando sobre isso, 😉

  5. Ruberto diz :

    Santo seria sua linha de pensamento behaviorista demais… Muito comportamento… Sobre outros aspectos…:)

  6. Jean Marie LE PEN diz :

    “E como eu disse acima, a grande incidência de faces assimétricas, é um indicativo de inteligência de predador, porque se relaciona à maior exposição ao testosterona durante o período uterino, ”

    Bullshit, testosterone in the womb cause autism so it’s at the opposite of what you are describing here.

    • santoculto diz :

      A maior exposição do testosterona no útero tenderá a provocar uma panaceia de tipos, do autista até o psicopata. Alguns cientistas até chegaram a sugerir que o autismo seria uma forma de psicopatia incompleta. Mas é provável de não ser.

      Na verdade, não é apenas a quantidade de testosterona, mas também a qualidade ou carga mutacional.

    • santoculto diz :

      Lembre-se da variedade de tipos. O aumento de testosterona e dependendo das condições ambientais biológicas, podem causar o autismo, a psicopatia, a superdotação ou mesmo a combinação de ambos.

    • santoculto diz :

      Outra coisa, os extremos se parecem mais do que os equilibrados. Em termos biológicos (mas também culturais, contextuais) autistas e psicopatas tem mais coisas em comum do que em comparação ao ser humano ”normal”.

      • Jean Marie LE PEN diz :

        Bullshit, autism is an extrem form of masculin brain, while psychopathy is the disfonctionment of a particular part of the brain. There is NO LINK between both.

        • santoculto diz :

          Dizer que não existe qualquer link entre os dois me parece ser estúpido, se ambos são desordens naturais do cérebro neurotípico.

        • santoculto diz :

          Eu já expliquei como quais que seriam as diferenças entre os dois, a meu ver, que fique claro. O autista tem um cérebro hiper masculino por causa do excesso de testosterona durante a gestação, um evento supostamente epigenético, ainda que eu esteja reconsiderando a possibilidade de não apenas um fenomeno aleatório. Autista= geralmente, baixo testosterona em um cérebro masculino.

          O psicopata por sua vez , parece se encaixar muito bem com uma série de características psicológicas e fisiológicas que se relacionam com maior testosterona, maior agressividade, maior desejo sexual, personalidade dominante, baixa empatia, etc…
          Psicopata= um cérebro instintivamente masculino em um corpo com exagerada carga de testosterona.

          Autista= um cérebro cognitivamente masculino com baixa carga de testosterona.

          São especulações e voce está livre para refutar. Agora, educação é bom e eu gosto ok*

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

De:RefémdoDrDeus Para:Deprimente mundo Assunto:Denúncia de maus-tratos a pensadores

...e Deus criou a Ângela,desapontado com a nossa Eva.Apresento-vos o meu "disco rígido" ...

Castro456's Blog

O medo do nada

Delusions of Adequacy

And You Thought You Might Have Had Delusions of Grandeur

PARTO DE IDÉIAS

"Sábio é aquele que conhece os limites da própria ignorância." Sócrates.

Pensar Novo

"Saber que você precisa mudar não é suficiente. Você precisa ter a coragem de fazer esta mudança." Robert Kyosaki

Mind Hacks

Neuroscience and psychology news and views.

Inside Perspectives

of Asperger Syndrome and the Neurodiversity Spectrum

Agoraphobia Subliminal Hypnosis

Come out of the woods, the dark, come into the light. As a recovered agoraphobic, I've designed these audios over many years in order to help you. Charles K. Bunch, Ph.D.

Antimidia Blog

Textos sem sentido, para leituras sem atenção, direcionados às pessoas sem nada para fazer.

REBLOGADOR

compartilhamento, humanismo, expressividade, realismo, resistência...

%d blogueiros gostam disto: