Neotenia, ateísmo, autismo, religião e a atemporalidade dos traços evolutivos

 

No primeiro texto que escrevi sobre neotenia e religião, eu disse que o ateísmo é uma manifestação da neotenia, o que provavelmente não se consiste na verdade. O ateísmo está intimamente relacionado com autismo, porque ambos derivam das mesmas naturezas biológicas. O autismo segundo alguns é uma forma de atavismo, mas eu sou reticente quanto a estas classificações temporais, atavismo ou neoevolutismo.

De fato, os seres humanos, segundo a minha humilde e presunçosa opinião, apresentam traços evolutivamente novos, ou que são uma novidade evolutiva humana e que portanto devem estar presentes somente entre os humanos ou que são o aumento da complexidade de traços que também estão presentes na natureza. Não crer em uma força superior parece ser uma realidade para a imensa maioria dos animais. A religião foi uma maneira de adaptar a consciência ampliada do ser humano, evitando que abrissem desde os seus primórdios a caixa de pandora. A religião é uma maneira de adaptar o ”eu”, que é conclusivamente maior entre nós do que no restante das outras espécies. A cultura pode e geralmente provoca mudanças no tipo de seleção. Se crer em uma força superior é importante para cooperar com aqueles com as mesmas crenças, é uma forma de dar respostas fáceis e forçar os indivíduos a se concentrarem em suas tarefas, na socialização e na procriação, então esta adaptação foi primordial para a evolução das sociedades humanas. Portanto, a minha primeira conclusão, em relação aos textos da refutação à teoria da savana e aos textos sobre neotenia, é a de que a crença em forças abstratas é um traço ”evolutivamente novo” enquanto que não crer, é um traço anterior aos processos seletivos que produziram as sociedades humanas e em todas elas a religião foi importante.

 

Atemporalidade dos traços evolutivos

A ideia de que um traço é velho, arcaico ou atávico e que outro traço é novo não parece se sustentar, visto que a evolução humana e a evolução no geral, por seleção, se caracteriza tanto pela atemporalidade quanto pela contextualidade. Portanto é subjetivo dizer que um traço é novo ou antigo e na verdade, termina por ser desinteressante pensar ou centralizar o pensamento neste lado do assunto.

O que é novo hoje, com certeza deixará de ser amanhã. O autismo e por conseguinte o ateísmo, podem ser interpretados tanto como traços atávicos quanto como traços novos, depende de qual perspectiva que você for dar prioridade.

A religião é uma invenção cultural humana e os traços que foram selecionados por ela foram benéficos durante uma importante parte da história humana, mas hoje em dia, estão se tornando mal adaptativos, até porque a crença religiosa está intimamente relacionada com baixa inteligência. Como a inteligência não é somente qi, até mesmo entre as populações religiosas mais inteligentes, parece que a religião seleciona traços contrários para a construção total da personalidade das pessoas inteligentes, principalmente em relação à curiosidade. Pessoas que acreditam em Deus, não são curiosas. O que também costuma acontecer é que a cultura religiosa seleciona contra a criatividade.

O que é fato, é que a religião e os fenótipos psicológicos que seleciona, são uma novidade humana e portanto, estão segregadas somente aos seres humanos. Mas, isso não é um indicativo de que a religião é totalmente benéfica, mediante os muitos problemas que ela tem provocado na espécie humana. Apesar disso, o ateísmo também não parece ser melhor do que a crença, visto que ao estarmos destituídos de certezas, mesmo que fabricadas, caminhamos para levar vidas imediatistas, hedonistas e niilistas.

Como TUDO na vida, o melhor caminho será o do meio e neste caso, o agnosticismo e até mesmo algumas ”crenças individualizadas ou espirituais” parecem funcionar melhor do que as crenças oficiais e o ateísmo. No entanto, tudo indica que o ateísmo é um claro sinal de inteligência entre os humanos e portanto, é muito interessante manter os ateus dentro de uma população. O que não faz sentido, é manter os ultra religiosos e infelizmente, eles estão muito bem adaptados e eu diria, milenarmente bem adaptados.

 

Neotenia e ateísmo

 

Um paradoxo, a religião tem um papel fundamental para a domesticação, mas isso é especialmente verdadeiro para o cristianismo, o budismo e o xintoísmo. No entanto, as únicas religiões que pregam mais a competição e portanto coesão de grupo do que domesticação, é o islam e o judaísmo.

Não é de se espantar o porquê da agressividade constante destes dois últimos.

Como demonstrei em outros posts, o ateísmo é um traço presente na neotenia, porque é muito mais comum nas populações socialistas do que nas populações conservadoras e ou religiosas. Eu demonstrei que o socialismo promove uma espécie de psicologia neotênica e que os socialistas tendem a ser mais andróginos e que isto se relaciona com a mistura dos gêneros e especialmente com a estrogenização dos machos, com o intuito de eliminar as estruturas biológicas hierárquicas e de competição.

Portanto, a maioria dos conservadores estão biologicamente construídos para aderir à crença religiosa, que é um traço evolutivamente novo na espécie humana, mas que não se relaciona com maior inteligência. A religião é uma espécie de adaptação de última hora para conter a mente auto-consciente do ser humano.

Os liberais ou socialistas estão neurologicamente construídos para não aderir à crença religiosa, que é um traço atávico da espécie humana. A religião foi uma adaptação cultural, portanto, para justificar a coesão de grupo E a competição e isso não se consiste em neotenia, que é a domesticação. A religião domesticou o ser humano até o ponto em que ele continuasse competitivo e combativo.

 

Anúncios

Tags:, , , , ,

About santoculto

Email ataudecinzento@gmail.com

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

De:RefémdoDrDeus Para:Deprimente mundo Assunto:Denúncia de maus-tratos a pensadores

...e Deus criou a Ângela,desapontado com a nossa Eva.Apresento-vos o meu "disco rígido" ...

renanbarreto88

Just another WordPress.com site

Castro456's Blog

O medo do nada

Delusions of Adequacy

And You Thought You Might Have Had Delusions of Grandeur

PARTO DE IDÉIAS

"Sábio é aquele que conhece os limites da própria ignorância." Sócrates.

Pshelinha

Um pouco de mim..

Pensar Novo

"Saber que você precisa mudar não é suficiente. Você precisa ter a coragem de fazer esta mudança." Robert Kyosaki

Mind Hacks

Neuroscience and psychology news and views.

Inside Perspectives

of Asperger Syndrome and the Neurodiversity Spectrum

Agoraphobia Subliminal Hypnosis

Come out of the woods, the dark, come into the light. As a recovered agoraphobic, I've designed these audios over many years in order to help you. Charles K. Bunch, Ph.D.

Antimidia

Textos sem sentido, para leituras sem atenção, direcionados às pessoas sem nada para fazer.

%d blogueiros gostam disto: