Poesia e genialidade, qual é a relação??

Imagem
William Butler Yeats, famoso poeta irlandês
Ao nos depararmos com uma lista de gênios historicamente conhecidos do passado, vemos que muitos deles foram de poetas. A poesia é um ato cognitivo e intelectual tão efêmero em algumas circunstâncias ou perspectivas que é difícil ver a sua arte como a de gênio, mediante a tendência de transcendência de grandeza maior que a arte do gênio per si geralmente significa. No entanto, para a produção de boa poesia, é necessário algum intelecto acima da média bem como a presença de características de personalidade e de criatividade que possam fazer bons a excelentes poetas e que se relacionam a altos níveis de capacidade criativa e portanto de genialidade. A partir disso deve-se buscar quais são as características necessárias para que se possa produzir poesia.
Sabemos que a maioria das pessoas não compõe poesias, seja porque elas não veem valor algum em sua produção, seja porque suas vidas foram direcionadas para o trabalho técnico e utilitário e qualquer forma de arte mais sutil ou profunda, só pode ser contemplada como distração ou entretenimento secundário. A poesia não é uma atividade intelectual para as massas, não é uma atividade intelectual para semi-robôs orgânicos com pingos de auto consciência como a maioria das pessoas, infelizmente são. A poesia é uma busca pela beleza que basicamente consiste a produção artística séria e de valor. Por causa de sua efemeridade, acredita-se que qualquer um possa produzir belos versos acaso for solicitado para fazê-lo. No entanto, me parece que é um pouco mais complexo do que isso. A boa poesia pode ser comparada à uma bela pintura. Um belo quadro, puramente criativo ou realista (convergente) está em um nível superior de capacidade cognitiva do que um simples desenho de baixa qualidade.
Assim como a inteligência, a criatividade encontra-se presente em praticamente todos os seres humanos, no entanto em níveis muito baixos e eu diria, ao ponto dela ser praticamente imperceptível aos olhos da maioria. A arte do improviso, da sobrevivência e mesmo, a busca por sensações, a arte do flerte, tudo isso se relaciona à capacidade de se adaptar e de sobreviver e tudo isso é criatividade em seu estado instintivo. A literatura em seu mais alto nível já são vários degraus acima deste tipo de criatividade, porque se baseia na reflexão, assim como toda a produção intelectual. Seu eu flerto então eu posso refletir esta minha ação por meio de versos. Se eu flerto e desejo ver beleza nisso, mesmo que não tenha sucesso na ação, eu posso refletir estes versos e posso dar-lhe criatividade. A poesia de alto nível consiste em conjugar tanto as perspectivas irracionais e racionais e portanto é uma capacidade verbal altamente carregada em capacidade criativa. O processo criativo de valor se baseia justamente nesta dupla caminhada, entre o pensamento associativo e o pensamento irracional ou de novo-associativo. É a arte da metáfora per si e sem sombra de dúvidas que requer as habilidades e características gerais que encontram-se presentes em pessoas excepcionalmente talentosas ou gênios.

A produção de poesia e especialmente de boa poesia, requer um bom conhecimento verbal e portanto de vocabulário. Portanto, é esperado que a inteligência verbal dos poetas esteja bem acima da média. Não é só importante ter um amplo vocabulário, mas também conhecê-lo tão bem ,a um nível intuitivo, que possa navegar pelas palavras sem dificuldade, brincar com elas e mexer com a percepção do leitor.

A vontade de produzir poesias se relaciona a uma constelação de características de personalidade que se relacionam à elevada inteligência como introversão, elevada auto consciência bem como algumas tendências psicóticas. Todo o criativo é um psicótico até que se prove o contrário, porque a sua arte é a manifestação de sua egolatria. Maus artistas não conseguem conter o seu lado psicótico e termina por se mostrarem mais do que sua arte, que nada mais é do que a sua extensão. Isso é vulgar e distante da beleza, que é o principal motivo de se produzir arte. Busca-se a beleza porque todo o artista, mas especialmente o artista de alto nível, o gênio criativo e os semi-gênios, nascem com características distintas que produzem uma regulação extrema da consciência. O fato de que boa parte dos artistas serem compostos por pessoas socialmente ”desajustadas” aumenta ainda mais a percepção de ser diferente e de observador das massas. A agudez da diferença combinada com grandes habilidades assimétricas de intelecto, faz um artista, enquanto que a ausência de grande inteligência pode fazer um criminoso ou um louco.

Extremamente alta auto consciência que muitas vezes é confundida puramente como transtorno mental e elevada criatividade e capacidade intelectual são, especialmente para os poetas muito talentosos, os ingredientes biológicos que os fazem produzir a sua arte bem como a arte do gênio.

Nem todos os poetas e provavelmente a maioria deles, não são de gênios, mas se comparado à população de ”não-poetas”, a incidência desta condição maravilhosa e extrema será muito maior.

Portanto, a minha conclusão, sem desejar com isso declamar nenhuma atribuição pessoal, visto que eu também sou um produtor de poesias (e não sei se posso me declarar um poeta visto que esta não é a minha profissão, apesar de adorar fazê-lo), é a de que a arte da poesia apesar de sua natureza efêmera, não é uma habilidade que possa ser produzida, especialmente em alto nível, pela maior parte da população, visto que necessita-se que as características de gênio, especialmente o criativo, estejam presentes e é evidente que grande parte não as tem. Além disso, acredita-se que a predisposição a transtornos mentais, mesmo que isso ainda possa ser confundido com extrema auto consciência, também seja um dos traços necessários ao talento genuíno nesta arte e sabe-se que estas condições psicológicas discrepantes são relativamente raras.

Anúncios

About santoculto

Email ataudecinzento@gmail.com

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

De:RefémdoDrDeus Para:Deprimente mundo Assunto:Denúncia de maus-tratos a pensadores

...e Deus criou a Ângela,desapontado com a nossa Eva.Apresento-vos o meu "disco rígido" ...

renanbarreto88

Just another WordPress.com site

Castro456's Blog

O medo do nada

Delusions of Adequacy

And You Thought You Might Have Had Delusions of Grandeur

PARTO DE IDÉIAS

"Sábio é aquele que conhece os limites da própria ignorância." Sócrates.

Pshelinha

Um pouco de mim..

Pensar Novo

"Saber que você precisa mudar não é suficiente. Você precisa ter a coragem de fazer esta mudança." Robert Kyosaki

Mind Hacks

Neuroscience and psychology news and views.

Inside Perspectives

of Asperger Syndrome and the Neurodiversity Spectrum

Agoraphobia Subliminal Hypnosis

Come out of the woods, the dark, come into the light. As a recovered agoraphobic, I've designed these audios over many years in order to help you. Charles K. Bunch, Ph.D.

Antimidia

Textos sem sentido, para leituras sem atenção, direcionados às pessoas sem nada para fazer.

%d blogueiros gostam disto: